Equipe da Globo sofre acidente e cai em rio ao vivo durante jornal

Equipe da Globo cai em rio durante transmissão ao vivo (foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Equipe da Globo cai em rio durante transmissão ao vivo (foto: Reprodução/Rede Amazônica)

Uma equipe da Rede Amazônica, afiliada da Globo em Manaus, sofreu um acidente ao vivo durante participação no jornal local JAM 1ª Edição desta quinta-feira (6). O repórter Jucélio Paiva e os profissionais da emissora mostravam a situação das famílias que sofrem com a cheia do Rio Negro em um bairro da capital amazonense quando a ponte de madeira em que eles estavam quebrou.

O repórter conseguiu escapar de cair na água, mas o operador de drone, William Duarte, acabou indo parar dentro do rio. Os apresentadores Amaral Augusto e Ruthiene Bindá ficaram aflitos quando perceberam o que havia acontecido. Nervosa, a jornalista até tentou mudar de assunto, mas o colega de estúdio insistiu para que fossem exibidas as imagens da câmera no local.

“Eu manteria as imagens no ar. Porque isso aqui que a nossa equipe está mostrando é a realidade que essas famílias passam. Eu estive dois anos atrás no Educandos [bairro de Manaus] e lá eu encontrei uma criança de oito dias de nascimento dentro de uma rede numa palafita [casa sustentada por estacas sobre a água]. A mãe da criança, puérpera, não tinha nem como sair de um lugar para o outro”, desabafou o âncora Amaral Augusto sofre as dificuldades que passam os moradores da região.

Segundo o apresentador, idosos caem todos os dias das passarelas improvisadas, assim como aconteceu com a equipe da afiliada da Globo. Enquanto ele falava, o monitor do cenário exibia as imagens da câmera que mostrava o operador de drone sendo ajudado por moradores. Ele teve dificuldades para sair da água. No fim do telejornal, Amaral Augusto informou que os profissionais não se feriram e que houve apenas dano nos equipamentos. Por conta disso, eles não conseguiram reconectar com a emissora e voltar ao vivo do lugar onde aconteceu o acidente.

 

Leia mais