Record recua e terá finais do Cariocão em rede nacional, mas no sábado

Mylena Ciribelli e Lucas Pereira são os rostos do Cariocão: cobertura do campeonato virou uma bagunça (foto: Divulgação/Record)
Mylena Ciribelli e Lucas Pereira são os rostos do Cariocão: cobertura do campeonato virou uma bagunça (foto: Divulgação/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Insatisfeita com o faturamento e com a audiência abaixo das expectativas do Cariocão, a Record decidiu mudar os seus planos mais uma vez. Menos de um mês depois de anunciar em seu site oficial que iria transmitir as finais do torneio para todo o país aos domingos, a emissora recuou, usando como justificativa o calendário da Libertadores, e pediu para que a Federação de Futebol do Rio de Janeiro mudasse as duas partidas decisivas do campeonato para as noites de sábado. O pedido foi atendido, e os jogos entre Flamengo e Fluminense irão ao ar nos dias 15 e 22 de maio, após o Jornal da Record.

A nova modificação no calendário mostra uma total desorganização e despreparo da rede para lidar com a cobertura esportiva. No início da noite de sexta-feira, dia 7, a emissora enviou para os veículos de comunicação a sua grade de programação da semana seguinte sem citar o Campeonato Carioca, que já havia sido confirmado pelo próprio canal semanas antes. O telespectador, coitado, fica sem saber onde assistir os jogos de seu time do coração e fica refém da bagunça da emissora, que não conseguiu emplacar as partidas em nenhum dia da semana.

A Record Rio, que arcou com a compra dos direitos de transmissão do Cariocão por conta própria, já promete aos telespectadores que as finais serão exibidas para todo o país. A promessa, por sinal, foi endossada pelo gerente de Jornalismo regional, Luiz Piratininga, que fez questão de anunciar a cobertura nacional do torneio nas próximas duas semanas em seus perfis nas redes sociais. Se os jogos realmente forem transmitidos nacionalmente, a rede terá que abrir mão dos melhores momentos de Gênesis e mexerá no horário do recém-estreado Power Couple.

A emissora, vale lembrar, não tem tido um bom relacionamento com os torcedores dos clubes cariocas. A imensa maioria dos fãs de futebol se queixa da pífia cobertura esportiva feita pelo canal e reclama das constantes trocas de horário das transmissões: os jogos já foram parar até às 11h de domingo, em uma tentativa desesperada de alcançar a sonhada liderança de audiência com o torneio. A Record é a detentora do Campeonato Carioca até o próximo ano.

Leia mais