No SporTV, Luis Roberto se descontrola e detona Copa América no Brasil

Luis Roberto, narrador da Globo, ficou nervoso com decisão de realizar a Copa América no Brasil (foto: Reprodução)
Luis Roberto, narrador da Globo, ficou nervoso com decisão de realizar a Copa América no Brasil (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em participação no programa Seleção SporTV nesta segunda-feira (31), o narrador Luis Roberto ficou irritado com o anúncio da realização da Copa América no Brasil. A competição seria realizada na Colômbia e Argentina, mas foi cancelada por conta do agravamento da crise sanitária. Na manhã desta segunda-feira (31), a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) consultou o governo federal sobre a possibilidade de realizar as partidas no Brasil e recebeu autorização para o torneio.

“Oi, Rizek! Boa tarde! Que alegria! Só que não. Isso é uma vergonha. O boladão hoje vai chegar com tudo. Essa Copa América fora de hora, que já não deveria ser realizada. Claro, a pandemia interrompeu várias competições muito a fora, e obviamente que neste momento, com o calendário todo estrangulado no Brasil, a Copa América é só mais um torneio caça-níquel, sem nenhuma expressão nesse momento. A última que foi disputada no Brasil teve sua relevância, sua atmosfera”, iniciou Luis Roberto.

“Além de desfalcar os times, de amontoar o calendário, um mês de Copa América… Já seria ridícula a realização dela em condições normais, aí vem a notícia, depois da desistência de vários países irmãos, que não têm condições por conta da pandemia, e no país que tem a pandemia descontrolada, que levou nove meses para responder à carta da Pfizer, respondeu em dez minutos que ‘vamos fazer a Copa América’. Abertura em Brasília, jogos em Natal, Pernambuco, final com público. É inaceitável! A sociedade brasileira, a coletividade do futebol e do esporte, nós não podemos aceitar essa decisão. Que se realize, que faça o que bem entenderem, que os negacionistas façam caravanas à Brasília, para ter público na grande final. Momento apoteótico dessa porcaria dessa competição! É uma vergonha! É um tapa na cara dos brasileiros!”, completou o narrador da Globo.

O comentarista Junior também criticou a decisão de realizar a competição no Brasil e cobrou posicionamento dos jogadores. “Realmente, é inacreditável que a gente, com todos esses problemas, tenhamos uma notícia como essa aqui. Eu gostaria que os jogadores, não só do Brasil, mas de outras seleções, pudessem se posicionar em relação à realização dessa Copa América, com todos os problemas. Em todos os países você tem problemas. Gostaria que de repente os capitães das seleções se posicionassem em relação à realização da Copa América”, completou.

A Conmebol confirmou que as datas do campeonato, que era para ser realizado em 2020, permanecem as mesmas, com previsão de início em 11 de junho. Sedes e tabelas serão confirmadas nas próximas horas. Em comunicado oficial, a Conmebol agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sua equipe, assim como à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) “por abrir as portas do país ao que hoje em dia é o evento esportivo mais seguro do mundo”. A transmissão da Copa América em TV aberta será exclusiva do SBT.

 

 

Leia mais