Zeca Pagodinho é internado com Covid-19 no Rio de Janeiro

Zeca Pagodinho já recebeu as duas doses da vacina contra a doença respiratória (foto: Globo/Fábio Rocha)
Zeca Pagodinho já recebeu as duas doses da vacina contra a doença respiratória (foto: Globo/Fábio Rocha)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O cantor Zeca Pagodinho foi internado no último sábado (14) com sintomas da Covid-19 no Rio de Janeiro. De acordo com a Casa de Saúde São José, que fica na zona sul da cidade do Rio, “o paciente apresenta bom estado geral, com sintomas leves, sem necessidade de suporte de oxigênio”. Zeca já recebeu as duas doses da vacina contra o vírus da crise sanitária.

No início de julho, o artista fez um apelo para todos tomem as doses necessárias para se imunizar. “Tem que voltar. Tem que tomar a segunda, a terceira, quantas tiver. Tem que tomar por causa das crianças, dos idosos”, disse Zeca, que em seguida convidou todos para tomar a vacina, cantando no mesmo ritmo do refrão de um de seus sucessos, “Vai Vadiar”. “Vem vacinar, vem vacinar”, cantou.

Zeca Pagodinho disse ainda que estava ansioso para voltar a se apresentar em shows. “Daqui a pouco ajeita”, profetizou. “Eu tenho pavor de injeção, e tava louco para tomar isso. Olha que legal”, disse o cantor após tomar a vacina. Ele tomou a primeira dose do imunizante em abril. No ocasião, ele disse que estava aliviado por receber a vacina.

Natural de Irajá, no Rio de Janeiro, Jessé Gomes da Silva Filho, conhecido como Zeca Pagodinho, nasceu no dia 4 de fevereiro de 1959. Foi o quarto filho do casal Jessé e Irineia, que teve cinco filhos. Foi criado em Del Castilho e estudou até a quarta série primária. Começou a gostar de samba através de contatos com os sambistas dos subúrbios cariocas e trocava a escola por rodas de samba.

Leia mais