TRETA URGENTE

Datena surta e manda afiliada da Band trocar futebol por sequestro ao vivo

José Luiz Datena posa no cenário do Brasil Urgente
Datena teve ataque de raiva enquanto narrava sequestro no Brasil Urgente (foto: Reprodução/Band)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

José Luiz Datena precisou negociar um sequestro durante o Brasil Urgente, da Band, deste sábado (25). Em Salvador, o crime ocorria no bairro Cidade Nova às 15h e acabou às 18h. Logo depois, uma rua abaixo do local, iniciou outro sequestro de três crianças e dois adultos na mesma cidade, em que os criminosos exigiram a presença de uma equipe do programa ao vivo. Porém, a emissora da rede na capital baiana estava passando uma partida do Campeonato Brasileiro Série C — e o jornalista não gostou nada de saber disso.

“Estamos no bairro de Cidade Nova, em Salvador, é o segundo sequestro do dia no mesmo bairro. Aconteceu há poucos instantes em uma outra rua e um cadeirante foi feito refém. Agora dois bandidos estão fazendo cinco pessoas reféns nessa casa. Três são crianças e dois adultos. O primeiro começou por volta das 15h30 e terminou às 18h, mas o segundo começou logo depois. Não tem pessoas feridas, os policiais estão negociando e são dois sequestradores”, explicou o repórter Léo Bala.

Datena questionou se a polícia havia permitido as imagens. “A polícia pediu para que a gente mostrasse as imagens? Se a gente atrapalhar, a gente retira as imagens agora. A polícia permite que a gente fique aí?”, perguntou o apresentador. “Esse é o nosso limite e os sequestradores estão pedindo a todo momento uma equipe ao vivo. Esse é o oitavo sequestro no mês em Salvador”, informou o repórter.

“Eu não vou, obviamente, negociar o sequestro porque já fiz isso e me arrependi. Se as pessoas que estão sequestrando esses dois adultos e três crianças estiverem me ouvindo porque eles pediram a presença da imprensa… eu só quero dizer que vocês não tem pra onde fugir. Tem imprensa aqui e não vai acontecer nada. Vocês serão presos. Se vocês queriam imprensa, nós estamos transmitindo ao vivo. Se vocês tem acesso a televisão, eu gostaria que vocês se entregassem. É só colocar as armas no chão e sair daí de boa. Se os bandidos tiverem a certeza que nós estamos ao vivo e tiverem nos ouvindo, eles vão se entregar. Eu imagino que a nossa afiliada de Salvador esteja mantendo a imagem”, deduziu o apresentador.

Programação local da discórdia

No horário do Brasil Urgente estava passando o Campeonato Brasileiro e deixou o apresentador extremamente preocupado por ser uma exigência dos criminosos. “Eu gostaria que a nossa afiliada de Salvador e nosso diretor de rede… Alguém tivesse a sensibilidade de mostrar essa imagem porque o bandido quer ver que nós estamos ao vivo. É questão de vida ou morte. Dá uma interrompida no futebol e mostra em uma janela alguma coisa. Eu acho que a nossa afiliada já devia ter cortado a imagem do futebol. Se continuar passando futebol eu vou parar de mostrar as imagens”, disse ele.

Sem saber que não estava ao vivo na cidade, Datena pediu desculpas aos telespectadores. “Se a afiliada tirou o futebol, eu peço desculpas aos telespectadores, mas é caso de vida ou morte. Os sequestradores pediram que a gente entrasse ao vivo e o que vocês pediram para a polícia nós mostramos aqui. É a garantia total para vocês se entregarem”, afirmou. Léo Bala informou o apresentador que o jogo estava acabando e iriam cortar depois. “O jogo tá acabando? Tem vidas! É uma piada, né? Corta o jogo!”, pediu o âncora.

Logo depois, o apresentador conseguiu que o programa entrasse no ar. “Nós estamos ao vivo e queria dizer a esses senhores que a vida deles está garantida. Vocês podem libertar as crianças e os adultos. Vocês pediram imagem, a nossa retransmissora de Salvador colocou. Lugar pra fugir, não tem. Entrar em confronto com a polícia, não vale a pena. Vocês podem confiar no negociador da polícia que quer garantir a segurança da vida dos reféns e de vocês. Vocês serão presos, mas só isso. Vocês podem se entregar e podiam libertar as três crianças e os dois adultos. Nenhum policial vai usar a força contra vocês porque a imagem está ao vivo”, declarou o âncora. Depois de alguns minutos, os sequestradores libertaram os reféns, todos com vida e o programa terminou.

Leia mais