EX-PEOA DE A FAZENDA

Dayane Mello diz que não se arrepende de jaqueta rasgada: “Sou louca”

Imagem com foto de Dayane Melo em entrevista na Cabine de Descompressão
Dayane Melo em entrevista na Cabine de Descompressão; ex-peoa não se arrepende de ter rasgado jaqueta de Rico (foto: Reprodução)

Décima eliminada de A Fazenda 13, Dayane Mello participou da Cabine de Descompressão com Lucas Maciel e Lidi Lisboa logo após deixar o confinamento de Itapecerica da Serra (SP). Ao rever algumas cenas da sua participação no reality show da Record, ela comentou sobre o episódio em que rasgou a jaqueta de Rico Melquiades. A ex-peoa garantiu que faria muito mais se a produção não impedisse. “Eu ia botar cocô dentro das botas dele, eu ia cortar as roupas dele, eu sou louca, eu não sou uma pessoa normal”, disparou.

“Eu tava pra quebrar prato, mas eu disse ‘não, vou cortar a jaqueta dele’. E sabe o que eu pensei? Que no outro dia ele ia ter que levantar pra fazer o cavalo. Eu queria que ele botasse a jaqueta e visse que estava rasgada, essa era a intenção”, disse a ex-participante lamentando o fato de o peão não ter percebido na hora que ela havia cortado a roupa dele.

“Tinha esse amor e ódio meu e dele. Eu disse pro Rico ‘nossa, eu gosto muito desse teu lado, desse teu coração’. Eu não sei sobre a história de vida dele, ele é uma pessoa muito sensível. Mas acho que é muito comprovado a nossa essência, o que a gente passou quando era pequeno. Algumas reações eu entendo. Ele fica louco e, automaticamente, ele começa a diminuir, machucar, ferir”, explicou.

Lidi Lisboa perguntou se Dayane Mello tem planos de voltar à Itália. Ela disse que sim. “Eu moro na Itália. Eu tenho minha casa lá, a minha filha estuda lá, eu tenho que voltar, quero logo voltar, sim, óbvio”, disse ela. No fim da conversa, os apresentadores revelaram à modelo que, apesar de ela ter uma torcida muito fiel, uma parte do público ficou com ranço dela. “Então eu posso pegar um avião direto pra Itália e nunca mais voltar”, respondeu.

Leia mais