ENTREVISTAS NA MADRUGADA

Conversa com Bial já tem data para voltar ao ar na Globo; saiba quando

Pedro Bial volta ao ar na primeira segunda-feira (7) de março
Pedro Bial volta ao ar na primeira segunda-feira (7) de março (foto: Reprodução/Globo)

Após uma temporada com furos de reportagem como a declaração de homossexualidade de Eduardo Leite (PSDB) e a entrevista com Sérgio Moro, o Conversa com Bial já tem data para voltar ao ar. Segundo a jornalista Cristina Padiglione, da Folha de S.Paulo, o programa voltará as gravações remotas em fevereiro e irá ao ar na primeira segunda-feira (7) de março.

Pedro Bial está no comando de sua atração de entrevistas há cinco anos e a Globo decidiu que ele não voltaria aos estúdios do canal. Diferente de outras produções, o Conversa com Bial ganhou qualidade ao ser feito em casa e a audiência do programa subiu. A atração foi criada para ocupar a lacuna deixada pelo cancelamento do Programa do Jô (2000-2016), teve dificuldades para se impor na disputa pela preferência do público na Grande São Paulo em seus primeiros anos no ar. Em 2017 e 2018, não era raro que a atração fosse o talk show menos assistido do país, superado pelo The Noite e pelo Programa do Porchat, da Record (2016-2018).

Recentemente, Pedro Bial promoveu um reencontro entre Xuxa Meneghel e o ator Marcelo Ribeiro. Os dois protagonizaram um dos maiores fantasmas da carreira da Rainha dos Baixinhos. Eles contracenaram o filme Amor, Estranho Amor. O reencontro irá fazer parte do documentário sobre Xuxa que Bial está dirigindo para o Globoplay. A informação é da coluna Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

No filme, Marcelo e Xuxa protagonizaram uma cena erótica que causou grande polêmica por ela ter mais de 18 anos e ele 12. Atualmente o ator tem 51 e Xuxa tem 58. Durante anos, a loira lutou com ações na Justiça para impedir que o filme fosse distribuído em vídeo, fora do cinema. A apresentadora havia conseguido uma decisão judicial que proibia qualquer tipo de comercialização ou exibição de Amor, Estranho Amor até o ano de 2018. Desde então, ela passou a não se importar tanto com o polêmico filme — no final de 2020, até veio a público pedir para que as pessoas o assistissem para entender qual foi o seu papel e que não houve ilegalidade alguma ali.

Leia mais