Globo faz estudos para transformar Jornal Hoje em programa local

Maju Coutinho é a atual âncora do Jornal Hoje, que pode perder espaço para programas regionais (foto: Reprodução/TV Globo)
Maju Coutinho é a atual âncora do Jornal Hoje, que pode perder espaço para programas regionais (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

No ano de seu cinquentenário, o Jornal Hoje pode deixar de ser transmitido para todo o Brasil. O departamento de Programação da Globo está fazendo uma série de estudos para chegar a conclusão se, de fato, o apelo de boa parte das afiliadas da rede é pertinente: elas alegam que o noticiário de Maju Coutinho não tem força para ser transmitido em rede nacional e dizem que podem alcançar melhor audiência tendo apenas um grande jornal na hora do almoço, como já acontece nas emissoras da Record, com o Balanço Geral.

O primeiro teste para viabilizar a mudança tem acontecido em Salvador. Desde o dia 27, a Rede Bahia suspendeu a exibição do Globo Esporte e do telejornal, e, sob o pretexto de levar mais informações aos telespectadores durante o lockdown estadual, tem exibido uma maratona do Bahia Meio-Dia. Nesta terça (2), o noticiário comandado por Jéssica Senra e Vanderson Nascimento ficou no ar entre 11h45 e 15h15 e teve a mesma duração do Balanço Geral local, conhecido por ser uma das principais pedras no sapato da Globo em todo o país.

O Bahia Meio-Dia não virou líder de audiência, mas fez os resultados da emissora dispararem: na segunda-feira, dia 1º, ele alcançou média de 16,4 pontos e teve o seu melhor desempenho em 2021, contra 19,2 da Record. Apesar da derrota, o noticiário evitou que a Record tivesse outro recorde no horário: não era raro que o Jornal Hoje chegasse a marcar menos de 8 pontos na capital soteropolitana e empurrasse a Sessão da Tarde para a vice-liderança — sendo antecedida pelo telejornal local, a sessão de filmes também teve o seu melhor índice do ano na segunda (14,4).

Para preencher as mais de três horas de programação regional, a Globo apelou para as mesmas armas que a Record usa para ocupar o Balanço Geral. O telejornal local virou uma grande mistura: ele herdou pautas esportivas do Globo Esporte, passou a exibir notícias de outras partes do país e também tem apostado em entretenimento. Desde sábado, bichinhos fofinhos e até mesmo uma reprise de parte do Mais Você já foram utilizadas para, em bom português, encher linguiça e evitar que o público migre para a rival.

TV Pop apurou que outras afiliadas já sinalizaram que também tem interesse em testar o Balanço Global, nome jocoso dado para a maratona jornalística nos bastidores da emissora. Dentre os principais exemplos, estão a RPC (Paraná) e a TV Anhanguera (Goiás), que não raramente perdem a liderança para os programas regionais das afiliadas da Record e do SBT. Os seus noticiários, porém, são líderes com folga, e os executivos acreditam que a presença de um apresentador local possa reverter a falta de interesse do público com o conteúdo nacional.

Internamente, o comentário é de que a tendência é de que a Globo deixe, cada vez mais, de ser uma rede. No final de janeiro, a emissora foi pega de surpresa com a TV Centro América e a TV Morena que, por conta própria, cortaram uma hora do Bom Dia local e decidiram tapar o buraco com um programa do universo agro. Em outros tempos, as duas afiliadas sofreriam duras sanções da cabeça-de-rede. Para a surpresa de muitos, elas simplesmente foram avisadas que deveriam ter comunicado antes de fazer a mudança. É a grande prova de que os tempos são outros.

Atualizado às 19h10: depois da publicação deste texto, a Central Globo de Comunicação entrou em contato com a reportagem e enviou o seguinte posicionamento, reproduzido na íntegra. “Não procede que haverá alteração na exibição nacional do Jornal Hoje, que este ano comemora seus 50 anos como um dos destaques do telejornalismo da TV Globo. O que houve na Bahia foi uma adaptação temporária na programação para dar mais espaço às informações sobre o combate à pandemia na região. Diante da situação provocada pelo alto número de casos de contaminação por coronavírus, é momento de reforçar as informações sobre cuidados e sobre as novas restrições adotadas pelos governantes. Esse tipo de adaptação não é novidade na TV Globo e em suas afiliadas. Sempre que necessário, a programação é alterada para dar espaço a coberturas locais e prestação de serviço, independentemente da praça, seja com plantões rápidos, com coberturas especiais ou com mudanças temporárias na programação”, afirma a emissora. O TV Pop mantém as informações publicadas.

Leia mais