Ex-apresentador do RJTV morre aos 51 anos em Resende

Fabio Brunelli trabalhou por quase 20 anos na TV Rio Sul, afiliada da Globo (foto: Reprodução)
Fabio Brunelli trabalhou por quase 20 anos na TV Rio Sul, afiliada da Globo (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O jornalista e ex-apresentador do RJTV, Fabio Brunelli, morreu na madrugada deste domingo (7) aos 51 anos em Resende, no interior do Rio de Janeiro. Ele estava internado em um hospital particular da cidade, onde tratava um câncer.

Paulistano, a carreira do jornalista começou no rádio e logo depois seguiu para a televisão. Em novembro de 1989 estreou, aos 20 anos, como âncora da extinta TV Manchete. Na década de 90, Fabio começou na TV Rio Sul como o rosto e a voz da emissora.

Fabio trabalhou na TV Rio Sul, afiliada da Globo no sul fluminense, por quase 20 anos. Além de apresentador, foi editor chefe do RJTV 2ª Edição (atualmente RJ2) e esteve à frente de projetos especiais da emissora, como os debates eleitorais.

O ex-comentarista de arbitragem Arnaldo Cezar Coelho, que é dono da TV Rio Sul, falou sobre a perda: “Uma notícia muito triste, nos pegou de surpresa. Estamos tristes e lamentando esse falecimento. À sua família e amigos, os nossos sentimentos”.

“Perdemos um grande profissional, um ícone da comunicação no Sul do Rio e, acima de tudo, um grande amigo”, lamentou a gerente de jornalismo da TV Rio Sul, Ana Paula Garcia.

De acordo com informações do G1, Fabio Brunelli deixa esposa e um filho. O corpo do jornalista será levado para Volta Redonda, onde será cremado. Por conta da pandemia da covid-19, não haverá velório.

Leia mais