Henri Castelli chora em entrevista e revela ter medo de ficar desfigurado

O ator Henri Castelli chorou em entrevista ao Fantástico (foto: Reprodução/TV Globo)
O ator Henri Castelli chorou em entrevista ao Fantástico (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em entrevista ao Fantástico deste domingo (17), Henri Castelli contou detalhes sobre a agressão que ele sofreu em 30 de dezembro, na Barra de São Miguel, em Alagoas. O ator, que teve a mandíbula fraturada após ter sido agredido por quatro homens, contou que tem feito terapia para se recuperar do trauma. “Estou fazendo terapia para tentar me acalmar. Eu encosto no travesseiro e parece que alguém está me dando soco. Tenta imaginar acordar, olhar no espelho e ver sua boca torta. Quero voltar a trabalhar e que meu rosto volte a ficar normal”, afirmou, entre lágrimas.

Castelli contou que sustenta toda a sua família e que a aparência física é muito importante em seu trabalho. “Tenho risco de ter sequela e quando penso nisso, só penso na minha família. Sou pai de família, sustento a minha família sozinho, sustento a minha mãe”, confidenciou.

O galã da Globo (esperamos e torcemos para que volte a ser) negou que estivesse bêbado na ocasião e revelou que a briga começou após um dos agressores questionar o motivo dele estar na festa. “Ainda estou com o peito roxo. Só me lembro de levar socos e chutes”, contou ele. “Uma pessoa no chão, caída, é motivo para alguém continuar chutando sua cara? Não fiz nada para que essa selvageria acontecesse comigo. Não tenho raiva, eu perdoo. O resto, fica com a justiça”, concluiu.

RELEMBRE O CASO     

No dia 30 de dezembro, Henri Castelli deu entrada no Hospital Santa Casa de Maceió e alegou que teria machucado a mandíbula na academia. “Eu fui lá no hospital porque bati de leve no puxador na academia hoje. E também precisava fazer o teste de Covid-19 para poder viajar para Noronha. Aí, aproveitei para ver se tinha alguma coisa. Mas não precisou fazer nada, não. Eu sou assim mesmo, qualquer coisinha eu procuro médico porque sempre que deixo para lá dá problema”, justificou ele, em entrevista à Quem.

No dia 11 de janeiro, o ator utilizou as redes sociais para fazer um vídeo em que contava que teria sido agredido em uma festa. Ele registrou a ocorrência na polícia e foi submetido a um exame de corpo de delito no dia 31 de dezembro. Os suspeitos da agressão foram identificados e prestaram esclarecimentos e alegam que, ao contrário do que Castelli alega, quem começou a confusão foi o artista.

Leia mais