Marido de Boca Rosa revela que foi uma espécie de Liminha para Faustão

Antes da fama, Fred Desimpedidos era o Liminha do Domingão do Faustão (foto: Reprodução/Internet e TV Globo)
Antes da fama, Fred Desimpedidos era o Liminha do Domingão do Faustão (foto: Reprodução/Internet e TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Fred, do Desimpedidos, publicou um vídeo em seu canal do YouTube contando sobre os famosos que ele conhece. O marido de Bianca Andrade contou que iniciou sua carreira na televisão como animador da plateia do Domingão do Faustão. “O Faustão, eu já contei isso em alguns lugares, mas eu era animador de plateia do Domingão do Faustão. Na plateia, quando tinha, tinham dez pessoas infiltradas que ficam cutucando as pessoas que não estavam batendo palma. Era a minha função lá”, começou o youtuber.

“Chegavam as caravanas, organizava as caravanas. A gente fazia essa parte da organização e ficávamos no meio da plateia. Tem que ficar todo mundo animado, né? Lá em cima, ficava o animador oficial tipo o Liminha, sabe? Tinha umas três tiazinhas do Rio de Janeiro que eram fixas. Uma delas, era a Michael Jackson! Elas eram intocáveis e eram três e nós sete. Eu fazia parte dessas sete pessoas e a Michael Jackson era meio que a minha chefe, acredita? Pra quem já assistiu o Faustão, sabe que a Michael Jackson tá sempre ali”, contou o influenciador.

Fred revelou ter levado a mãe dele em um dos programas para poder assistir. “Ela era um amor de pessoa! Teve uma vez que eu levei a minha mãe e ela ficou feliz demais. Viu o Fábio Jr., gritou e o problema é que eu não tenho registros dessa época. Uma das normas que a gente precisava controlar, era não tirar foto. Ninguém da plateia podia estar com o celular na mão. Foi um dos meus últimos empregos antes de entrar no Desimpedidos“, disse ele.

O marido de Bianca Andrade contou que o salário não era dos melhores por ser um trabalho de um dia só. “Honestamente? O salário era ruim. Eu trabalhava só de domingo, enquanto todos os meus amigos estavam no rolê, no pagode, jogando bola… eu estava no Faustão. A gente chegava cedo e saía de lá super tarde. Isso quando a gente não gravava três programas por dia”, explicou.

“A gente ficava o dia inteiro vendo Domingão do Faustão e se você acha puxado estar na sua casa no domingo e estar assistindo, imagina eu? Todo domingo e às vezes até mais de um programa. Foi uma experiência que eu ia lá não pela grana, óbvio que me ajudava porque eu estava desempregado na época, mas eu queria entender como funcionava a televisão”, afirmou.

Sobre o apresentador da Globo, Fred não poupou elogios. “Eu queria ver um apresentador ao vivo e o Faustão é um cara mágico! Ele apresenta quatro horas de programa sem ponto eletrônico e sem teleprompter. O jeito que ele faz ao vivo, é um jeito que eu nunca vi na vida e dificilmente eu vou conhecer alguém que fala por quatro horas e consegue entreter o Brasil, fazer sucesso há tantos anos, ter tanto sucesso comercial igual o Faustão”, concluiu ele.

Leia mais