Globo corta metade da equipe que será enviada para Olimpíadas de Tóquio

Estúdio da Globo para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 no Rio de Janeiro; a emissora desistiu de montar estrutura em Tóquio por conta da crise sanitária (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Detentora dos direitos de transmissão das Olimpíadas de Tóquio, a Globo divulgou nesta segunda-feira (26) a lista dos profissionais que serão enviados ao Japão para a cobertura presencial. O evento esportivo será exibido de 23 de julho a 8 de agosto. Inicialmente, a estrutura do grupo de comunicação estava planejada para portar 102 profissionais para os jogos. No entanto, a rede carioca atendeu uma solicitação do COI (Comitê Olímpico Internacional) e cortou em 50% o número de funcionários que realizarão a cobertura in loco. As informações foram divulgadas pelo jornalista Gabriel Vaquer, do UOL.

“Como já anunciamos, no caso das Olimpíadas, atendemos a um pedido do COI e do Comitê Organizador e reduzimos a nossa equipe no local a um do terço do que havíamos anunciado em 2020. Nosso estúdio olímpico não será mais na Baía de Tóquio. Nossa casa será nos Estúdios Globo, onde com a ajuda da Tecnologia, vamos nos transportar para Tóquio, na nossa ‘Caixa Mágica’, num conceito parecido com o que tivemos na Copa da Rússia”, diz Renato Ribeiro, diretor do núcleo de esportes da Globo, em comunicado interno.

Os narradores escalados farão os trabalhos direto dos estúdios da emissora no Brasil. As Olimpíadas de Tóquio estavam inicialmente programadas para acontecer em 2020, mas a crise sanitária acabou alterando as datas.

“Todas as transmissões dos eventos serão feitas dos Estúdios Globo, do Íon e do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. Com isso, conseguimos reduzir o tamanho da nossa delegação em Tóquio. A edição também será toda feita da retaguarda. Mandaremos as equipes que contarão as histórias das Olimpíadas. Por isso, mais do que em outros grandes eventos será ainda mais importante nossa operação no Brasil. Nenhum diretor irá a Tóquio”, concluiu Ribeiro no comunicado.

Veja a lista dos profissionais da Globo que serão enviados ao Japão para a cobertura das Olimpíadas de Tóquio:

Gerente de grandes eventos
Marcela Zaiden

Chefia da cobertura
Ricardo Bereicoa

Chefia de reportagem
José Gonzalez
Thiago Lavinas

Apresentadores/flasheiros
Bárbara Coelho
Carol Barcellos
Karine Alves
Tiago Medeiros

Repórteres
André Gallindo
Carlos Gil
Diego Moraes
Edgar Alencar
Eric Faria (fut masc)
Felipe Brisolla
Guilherme Pereira
Guilherme Roseguini
Kiko Menezes
Lizandra Trindade (fut fem)
Marcelo Courrege
Pedro Bassan

Repórteres Cinematográficos
Augusto Camara
Beto Kaulino (fut fem)
Edu Bernardes
Emanuel da Ros
José dos Santos Júnior
Júlio Aguiar
Leandro Pacheco
Luciano Tsuda
Luis Soncini
Marcelo Bastos (fut masc)
Mikael Fox
Rafael Carneiro
Rogério Romera
Ronaldo Gonçalo
Thalysson Araújo
Ulisses Mendes

Produtores
Amanda Kestelman (fut fem)
Ana Carolina Oliveira
Breno Dines
Fábio Grijó
Guilherme Costa
Helena Rebello
João Gabriel Rodrigues
Lorena Dillo
Marcel Merguizo
Marcio Iannacca (fut masc)
Paulo Roberto Conde
Thiago Fernandes

Produtoras executivas
Anna Olivia Wermelinger
Margarida Rodrigues

Leia mais