Após Harry e Meghan, William e Kate decidem quebrar tabu da família real

William e Kate criaram canal para escancarar a verdade sobre a família real britânica (foto: Reprodução)
William e Kate criaram canal para escancarar a verdade sobre a família real britânica (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O duque e a duquesa de Cambridge criaram um canal na internet. O príncipe William e Kate Middleton anunciaram uma nova abordagem que a família real, aparentemente, está adotando para modernizar sua presença nas redes sociais. O vídeo que anuncia a novidade tem 25 segundos, destaca os compromissos reais do casal e já foi assistido mais de três milhões de vezes. “Cuidado com o que diz agora porque esses caras estão filmando tudo”, William brinca com a esposa. Kate ri em antes de dizer: “Eu sei!”.

A decisão tomada por William e Kate representa uma grande quebra de tabu da família real. Até então, os membros do reino eram conhecidos por sua discrição e raras aparições não-governamentais publicas. Entretanto, a exposição excessiva de Harry e Meghan, que deixaram a realeza tecendo duras acusações contra o reino, parece ter feito com que o casal decidisse se expor com frequência maior, em uma tentativa de reconstruir a opinião pública.

A realeza publicou a novidade em outras redes sociais. “Mais vale tarde do que nunca – estamos agora no YouTube”, escreveu o casal na legenda da foto.

A aventura da família no canal de vídeos não é a única mudança na mídia social que eles fizeram. A realeza mudou seu nome na rede social de fotos, antes conhecido como @kensingtonroyal, para @dukeandduchessofcambridge.

Recentemente, a família real passou por uma grande polêmica após Harry e Meghan serem entrevistados por Oprah Winfrey. O príncipe William foi o primeiro integrante da monarquia britânica a comentar pessoalmente sobre as acusações feitas pela cunhada de que “um membro da família real teria feito comentários racistas sobre a cor da pele do filho que esperavam”.

William disse que a família real “não é nem um pouco racista” e que ainda não conversou com seu irmão, de quem se distanciou em meio ao drama no Palácio de Buckingham, mas que pretende fazê-lo.

“Eu ainda não falei com ele, mas pretendo”, afirmou ao ser questionado por jornalistas durante uma visita a uma escola em Londres ao lado de sua mulher, a duquesa de Cambridge. Logo depois, ao ser perguntado se a família real é racista, príncipe William respondeu: “Nós não somos nem um pouco uma família racista”.

Leia mais