Por audiência, GloboNews fará grande reformulação no Jornal das 10

Aline Midlej assumirá o comando do Jornal das 10 em junho (foto: Divulgação/GloboNews)
Aline Midlej assumirá o comando do Jornal das 10 em junho (foto: Divulgação/GloboNews)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Nos próximos dias, a GloboNews baterá o martelo sobre uma importante mudança em sua grade de programação. O canal de notícias deve aproveitar a estreia de Aline Midlej como nova apresentadora do Jornal das 10, em junho, para reduzir a duração de seu principal telejornal. O jornalístico deverá perder uma hora de duração, ficando apenas das 22h às 23h, retomando o seu histórico horário, que havia sido modificado após a chegada da CNN Brasil.

Em seus primeiros meses com duas horas no ar, o Jornal das 10 teve altos índices de audiência e passou a disputar o posto de programa mais visto do canal. Porém, o arrefecimento do noticiário e o cada vez mais distante término da crise sanitária no país foram os responsáveis por espantar boa parte do público do telejornal, que se tornou uma dor de cabeça para os executivos da rede.

Apesar de ainda ser líder em sua faixa horária na maioria dos dias e de ter mais do que o dobro de público da rival mais próxima, a Record News, o noticioso tem números menores que os registrados pela média-dia da emissora. Ou seja: ele empurra o índice para baixo, mesmo sendo transmitido em um horário com alto número de televisores ligados. Além disso, o enfadonho formato adotado por Heraldo Pereira virou motivo de piada nas redes sociais — poucos aguentavam a sua insistência no “time da análise” e em outros bordões.

A escolha de Aline Midlej para o Jornal das 10 tem o objetivo claro de trazer jovialidade ao telejornal. O formato era o único que destoava da atual linguagem da GloboNews, que tem se aproximado cada vez mais da “conversa” com o público. Além da nova apresentadora, o noticioso também terá uma nova equipe: profissionais de destaque em outros projetos foram transferidos para o jornalístico, em uma dança das cadeiras sem precedentes no canal.

Para compensar a diminuição do J10, a emissora já aumentou a duração da Edição da Meia-Noite. O telejornal comandado por Erick Bang e Ricardo Abreu agora tem duas horas no ar, e foi reforçado com novos quadros. As mudanças foram bem recebidas pelo público, e o telejornal foi um dos programas com maior crescimento na rede nos últimos meses — em alguns dias, ele chega a ser mais visto até que o próprio Jornal das 10, que o antecede na grade de programação.

Para ocupar a faixa das 23h, a GloboNews deverá apostar no retorno de mais programas que foram suspensos em março do ano passado, como o Painel e o Entre Aspas. O canal de notícias só não oficializou a novidade por temer uma resposta de suas rivais se formalizar uma mudança com grande antecedência — da última vez, a CNN até tentou estrear um jornal e fez com que a rede voltasse atrás nos planos de encurtar o seu principal noticioso.

Leia mais