Angélica dá a volta por cima e assina contrato milionário com a Globo

Angélica vai comandar a versão programa da Dança dos Famosos aos domingos (foto: Globo/João Miguel Júnior)
Angélica vai comandar a versão programa da Dança dos Famosos aos domingos (foto: Globo/João Miguel Júnior)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Após perder o contrato fixo com a Globo depois de 25 anos, Angélica foi chamada de volta pela emissora e vai reforçar a nova programação de 2022. Em fevereiro, a direção da rede carioca havia optado não renovar o vínculo com a mulher de Luciano Huck por conta da indecisão do apresentador do Caldeirão em disputar ou não as próximas eleições presidenciais. Como ele preferiu continuar na televisão para assumir o espaço deixado por Fausto Silva, Angélica também terá um programa aos domingos.

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Rafael Pessina, da Band, Angélica ganhará um salário nada modesto de R$ 500 mil mensais para apresentar a nova versão da Dança dos Famosos. A Globo decidiu manter o formato na grade, mas agora como um programa independente. Para a despedida de Faustão da emissora, está sendo realizada atualmente uma edição especial com ex-participantes que disputaram as 17 temporadas do até então quadro do Domingão.

“Angélica também está contratada! Vai ajudar um pouquinho a mais ali no mercado”, brincou Rafael Pessina na edição desta quarta-feira (26) do Melhor da Tarde. “Segundo as informações, ela está com um salário bacana de quase R$ 500 mil”, completou. Depois de desistir de disputar as eleições de 2022, Luciano Huck, então, fará uma dobradinha com a mulher na nova programação dominical da Globo. “É a grande aposta da emissora para os domingos”, afirmou Pessina.

O último trabalho de Angélica como contratada fixa da Globo foi o Cartas para Eva, produzido para a plataforma de streaming da emissora, o Globoplay, em parceria com o GNT. A atração fala sobre a realidade das mulheres brasileiras e, por meio de cartas enviadas para sua filha, Angélica abordava temas relevantes para o feminismo, além de contar com participações especiais de Xuxa Meneghel e Renata Vasconcellos, âncora do Jornal Nacional.

Leia mais