Helicóptero da Record é alvo de tiros no Rio de Janeiro; piloto foi atingido

Piloto do helicóptero da Record no Rio de Janeiro foi atingido por tiro (foto: Lucas Gabardo/Jetphotos)
Piloto do helicóptero da Record no Rio de Janeiro foi atingido por tiro (foto: Lucas Gabardo/Jetphotos)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Um helicóptero da Record no Rio de Janeiro foi atingido por tiros na manhã desta sexta-feira (28) e fez um pouso de emergência próximo ao estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro, na Zona Norte da cidade. O piloto da aeronave, Darlan Silva Santana, foi atingido por um tiro no joelho direito quando sobrevoava o Morro da Mangueira, na mesma região.

De acordo com informações da Rádio Tupi, os agentes do Corpo de Bombeiros do quartel do Méier foram acionados às 7h49. O helicóptero da Record sobrevoava o Morro da Mangueira, na mesma região, quando foi atingido por disparos. O piloto foi encaminhado para o Hospital Salgado Filho, no Méier. Conforme a corporação, a bala bateu no painel do helicóptero atingindo o piloto e por pouco não atingiu o peito dele. Ferido, Darlan conseguiu fazer pouso de emergência no campo anexo do Estádio do Nilton Santos.

Os tiros começaram quando policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira foram atacados por bandidos, durante um patrulhamento no interior da comunidade carioca. Ainda segundo a Rádio Tupi, a Avenida Visconde de Niterói, principal via que dá acesso à comunidade, foi fechada pela Polícia Militar. A Record ainda não se pronunciou sobre o incidente com o helicóptero do Rio de Janeiro.

Leia mais