Repórter gato da Globo cruza os Estados Unidos a bordo de motorhome

Felipe Santana, repórter da Globo, no Monte Rushmore onde os rostos de quatro presidentes norte-americanos estão esculpidos nas montanhas (foto: Globo/Divulgação)
Felipe Santana, repórter da Globo, no Monte Rushmore onde os rostos de quatro presidentes norte-americanos estão esculpidos nas montanhas (foto: Globo/Divulgação)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Antes da crise sanitária, por quase um mês, o Globo Repórter percorreu mais de dez mil quilômetros a bordo de um motorhome para cruzar os Estados Unidos de costa a costa, de Nova York à Califórnia, atravessando desertos, florestas, montanhas de neves e cidades abandonadas. A viagem será exibida nas duas próximas sextas-feiras, dias 11 e 18 de junho. “Essa viagem era um sonho antigo meu. O motorhome dá flexibilidade para dormir dentro dos cartões postais, como o Grand Canyon, por exemplo, garante ainda mais aventura à viagem. Foi a reportagem mais longa que já fiz: foram 25 dias percorrendo o país todo com a ideia de visitar grandes atrações dos Estados Unidos”, adianta Felipe Santana.

Ainda no estado de Nova York, a equipe foi de barco até a queda das Cataratas do Niágara, que separam o país do Canadá. No caminho até a Califórnia, Felipe presenciou uma estranha corrida no Deserto de Sal, um dos lugares mais planos do mundo, onde os veículos chegam a atingir 660 quilômetros por hora, mais rápidos que muitos aviões. A equipe chegou ainda aos pés do Monte Rushmore, que conta com os rostos de quatro presidentes norte-americanos esculpidos – George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln –, e sobrevoou o lugar de helicóptero para descobrir o que há por trás dessa montanha icônica.

No Parque Nacional de Yellowstone, o primeiro parque nacional do mundo, criado há 150 anos, e um dos pontos mais frios dos Estados Unidos, a três mil metros de altura, a equipe encontrou uma ursa parda faminta se preparando para hibernar. Para chegar até o Monte, é obrigatório passar pelo Grande Deserto de Badlands, uma das paisagens mais bonitas visitadas pela equipe do Globo Repórter durante a viagem, onde vivem animais como o cão das pradarias e os bisões, uma espécie de búfalo que pode pesar até uma tonelada.

Leia mais