Craque Neto detona Bolsonaro após o pai ser internado: “Imbecil”

Craque Neto ficou revoltado após presidente fazer pouco caso da máscara de proteção (foto: Band/Reprodução)
Craque Neto ficou revoltado após presidente fazer pouco caso da máscara de proteção (foto: Band/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O apresentador Craque Neto, do programa Os Donos da Bola, apareceu usando máscara de proteção na edição do esportivo desta sexta-feira (11) na Band. O pai do ex-jogador está internado com Covid-19 após ser contaminado pelo novo coronavírus. De máscara estampada com o personagem Mickey, Neto anunciou, mencionando outra estrela do universo Disney: “Estou de Mickey porque não sou o Pateta”.

Neto revelou no programa que o pai dele, José, e a esposa estão com a doença respiratória mesmo após os dois terem recebido as duas doses da vacina. “Meu pai tem 81 anos, está na Beneficência Portuguesa [hospital] em Campinas, sendo muito bem tratado. Meu pai tomou as duas doses e está com Covid. E se não fossem as duas doses, o que a médica disse é que meu pai já tinha morrido. A mulher do meu pai está internada, também tomou as duas doses e está com Covid. Se não fossem as duas doses, meu pai já tinha embarcado”, disse o apresentador.

Segundo Craque Neto, o pai está no oxigênio, mas não foi intubado. “Você aí, não quero que seu pai morra. E meu pai se cuidou pra caramba. Fiquei um ano sem ver meu pai e a Rosa [esposa do pai do apresentador]. Os dois estão com Covid. Eu não acreditei! Fui ver a tomografia. E meu pai sempre usou máscara. Então você, por favor, use máscara!”, continuou.

Neto tranquilizou a família dizendo que o pai está melhorando, mas fez o alerta. “Covid mata! Quem não usa máscara passa Covid. É uma coisa imbecil falar que a máscara não é importante para nós”, esbravejou. “Já não tem vacina… Fora as mentiras que ficam falando para a gente todo dia!”, reclamou.

Nesta quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que o Ministério da Saúde liberaria vacinados contra a Covid-19 ou pessoas que já tiveram a doença de usarem máscara. No entanto, autoridades da área da saúde alertam para a necessidade de a continuidade da adoção de medidas de proteção mesmo após as pessoas serem imunizadas ou já terem contraído o coronavírus.

Leia mais