Após tomar novelas mexicanas do SBT, Globo também negocia Chaves e Chapolin

Depois das novelas mexicanas, a Globo também quer Chaves (foto: Reprodução)
Depois das novelas mexicanas, a Globo também quer Chaves (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Na semana passada, muita gente ficou surpresa com o anúncio da Globo de que havia adquirido vários clássicos mexicanos para integrar o catálogo de produções do Globoplay. Conforme adiantado pelo TV Pop em abril, a emissora carioca fechou contrato com a Televisa para disponibilizar as versões originais de A Usurpadora, Maria do Bairro e Marimar. Em breve, outras novidades latinas deverão ser anunciadas pelo Globoplay.

De acordo com informações da colunista Carla Bittencourt, do Metrópoles, a Globo quer também as séries Chaves e Chapolin, que estão com exibições suspensas em todo o mundo por conta de um imbróglio da Televisa com o Grupo Chespirito, empresa dona dos direitos dos personagens de Roberto Gómez Bolaños (1929-2014). A ideia da líder de audiência é estrear a novidade em outubro, no mês das crianças. Para isso, as negociações da Globo estão acontecendo diretamente com os herdeiros do Chaves. Os direitos de exibição contemplariam apenas o serviço de streaming.

Globo confirma compra de clássicos da Televisa

Na quinta-feira (10), o Globoplay anunciou a chegada de grandes sucessos latino-americanos à plataforma, de novelas já conhecidas e adoradas pelo público brasileiro à novas produções, incluindo séries exclusivas e inéditas no Brasil.  Abrindo o bloco, a série exclusiva Rubi, um remake da novela mexicana homônima de 2004, que estreia nesta segunda-feira (14). Exibida com êxito pela Televisa (México) e Univisión (EUA), a adaptação assinada por Leonardo Padrón traz uma história ainda mais complexa do que a novela, eternizada pela atriz Bárbara Mori. A nova versão acompanha uma jornalista envolvida com a trajetória da vilã solitária interpretada por Camila Sodi, atriz e cantora que também dá voz à trilha de abertura da série, A Quién Le Importa, música gravada anos atrás por sua tia famosa, Thalía.

A principal novidade da produção em relação à novela se dá por conta da narrativa em duas épocas diferentes. A trama começa com a jovem jornalista, Carla, chegando na mansão de uma Rubi madura e amarga. O assunto da entrevista que recheia os episódios é justamente a vida de Rubi, que tanto aprontou há 20 anos e hoje vive misteriosamente isolada, colecionando relações destrutivas com aqueles que cruzaram seu caminho no passado.

Além de Rubi, outros títulos latino-americanos entram em breve para o portfólio Globoplay como os inéditos e exclusivos Sem Medo da Verdade, Operação Pacífico, Império de Mentiras, Amar a Morte, Cair em Tentação, El Bronx e Marido de Aluguel (Marido en Alquiler), remake da novela brasileira Fina Estampa produzido pela Telemundo, dos EUA. O Fogo da Paixão e Betty em Nova York já estão disponíveis na plataforma e, para 2022, está confirmada a novela colombiana La Nieta Elegida, produção do canal RCN, escrita por Julio Jiménez, conhecido como o mestre do suspense no país.

Leia mais