SBT erra e diz que policiais trocaram tiros com o ator Lázaro Ramos

Marcelo Torres cometeu ato falho e afirmou que Lázaro Ramos trocou tiros com a polícia (foto: Reprodução/SBT)
Marcelo Torres cometeu ato falho e afirmou que Lázaro Ramos trocou tiros com a polícia (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O jornalista Marcelo Torres, que divide a bancada do SBT Brasil com Márcia Dantas, cometeu uma gafe durante a edição desta quinta-feira (17), e afirmou que a polícia de Goiás trocou tiros com o ator Lázaro Ramos. O âncora do telejornal se confundiu e trocou o nome do serial killer Lázaro Barbosa Souza pelo marido de Taís Araújo, que atualmente apresenta um programa na TV Cultura de São Paulo.

“Esta edição do SBT Brasil começa com a notícia de que a polícia de Goiás trocou tiros, agora há pouco, com Lázaro Ramos, suspeito de praticar assassinatos em série no Entorno do Distrito Federal”, anunciou o apresentador, logo no início do jornalístico do canal de Silvio Santos. Márcia Dantas, colega de bancada, corrigiu a informação logo em seguida. “Há nove dias Lázaro Barbosa foge de uma força-tarefa com mais de 200 agentes”, anunciou a âncora, antes de chamar uma repórter que estava ao vivo na cidade goiana de Cocalzinho de Goiás, onde estão concentradas as operações pela procura do suposto assassino.

Nesta sexta-feira (18), as buscas por Lázaro Barbosa, de 32 anos, entraram no 10º dia no Entorno do Distrito Federal. Ele é suspeito de matar um homem de 48 anos e os dois filhos, um jovem de 21 anos e um adolescente de 15, que foram encontrados com marcas de tiros e facadas no dia 9 de junho em Ceilândia. Ele tem deixado rastros de destruição em Cocalzinho de Goiás, onde está escondido em matas e rios, de acordo com a polícia. O criminoso invadiu pelo menos 11 propriedades, fez 4 pessoas reféns (todos resgatados) e trocou tiros por pelo menos 4 vezes com policiais e um caseiro de uma das fazendas.

De acordo com informações do G1 Goiás, o mapa das cidades que Lázaro Barbosa percorre para se esconder da polícia mostra que ele andou por cerca de 70km a pé pelas matas do estado, e algumas ocasiões com carros roubados de moradores, os quais abandonou pelo caminho ao avistar policiais. “Ele é da região [Entorno do DF] e é mateiro, acostumado a se ‘emburacar’ em vários pontos”, explicou Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública de Goiás.

Leia mais