Influenciadora que apoiou distúrbios alimentares perde contrato milionário

A influenciadora Carol Chafauzer se envolveu em mais uma polêmica (foto: Reprodução/Instagram)
A influenciadora Carol Chafauzer se envolveu em mais uma polêmica (foto: Reprodução/Instagram)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A influenciadora Carol Chafauzer, acusada de fazer apologia a distúrbios alimentares, rebateu as críticas que recebeu após gravar um vídeo de biquíni exaltando as supostas vantagens de ficar três dias sem comer. “É uma questão de momento, é psicossomático, o emocional refletindo no físico, não tô incentivando porra nenhuma, então vão tomar no cu”, disse ela. Uma das empresas parceiras da modelo não gostou nada do posicionamento e decidiu vir a público exigindo que ela apagasse todas as ações que já havia feito com a marca.

“Apesar de não termos nenhum contrato vigente com a influenciadora em questão, já pedimos para ela apagar os posts de ações passadas vinculadas à Forever 21. Estaremos sempre comprometidos a não associar a nossa imagem com qualquer pessoa que não tenha os mesmos valores que os nossos”, afirmou a empresa em nota enviada para a imprensa. Pouco tempo depois, ela desativou as redes sociais para evitar perder ainda mais seguidores.

RELEMBRE O CASO

Depois de inúmeros comentários alegando que a publicação era um gatilho para distúrbios alimentares, Carol apagou os stories, mas manteve o vídeo em seu perfil no Instagram, trocando a legenda para “mimimi”. Ela afirmou que odeia dar satisfação para quem não a conhece, e discordou que seu vídeo poderia incentivar algum distúrbio alimentar. “Bom, cheguei a postar um vídeo meu e escrevi na legenda assim: Ficar sem apetite por três dias tem lá suas vantagens. Entre aspas. Aí veio a mimizada: Meu Deus, que absurdo, você tá incentivando a anorexia, como é que você fala de cristais e fala isso? Vocês não sabem o que eu tenho passado”, afirmou ela, que tinha mais de 770 mil seguidores antes de desativar o seu perfil.

Carol afirmou que, apesar de tudo, se alimenta sempre bem e melhor que muita gente. “Eu não tô conseguindo comer, eu não tô bem, eu tô triste, eu estou angustiada, já tem três dias, é um pouco complicado. Eu não conseguia comer a ponto de duas colheradas já me satisfazerem, quem já sentiu isso sabe o que eu tô falando, você não sente fome quando você está triste, quando você tá mal. Aí vocês falam que eu tô incentivando a anorexia, eu não sou anoréxica, meu corpo tá dentro dos padrões, tudo certo, me alimento sempre bem, melhor que muita gente aí”, sentenciou a influenciadora.

Leia mais