Aos 45 anos, atriz policial revela assédio de advogados e intimados na delegacia: “Não quer fazer minha segurança?”

Atriz policial, Cris Probba interpretou mais de 10 personagens diferentes em Salve-se Quem Puder, da Globo (foto: Divulgação)
Atriz policial, Cris Probba interpretou mais de 10 personagens diferentes em Salve-se Quem Puder, da Globo (foto: Divulgação)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

No ar na novela Salve-se Quem Puder, da Globo, a atriz policial civil Cris Probba esbanja beleza e arranca suspiros com seu corpo exuberante e sua alegria. Aos 45 anos e filha de miss, Cris tem uma ajudinha da genética, mas também tem muito cuidado com o corpo e a saúde. No folhetim de Daniel Ortiz, Cris interpretou mais de 10 personagens em participações em diferentes papeis.

“Desde muito jovem sempre optei por uma alimentação saudável, fui atleta de handebol na época do Ensino médio, e atividade física sempre foi muito prazeroso para mim. Então, ao longo dos anos isso passou a ser minha rotina. Sou disciplinada”, revela a atriz que busca criar uma rotina para não sair da linha mesmo quando está com a agenda lotada. “Se não fizermos um esforço para encaixar as atividades na nossa rotina, achamos que não dá tempo, mas sempre dá”.

Além do corpo, Cris afirma que cuidar da mente faz parte do seu dia a dia: “Sou muito espiritualizada, exercito os bons pensamentos, sentimentos e o bom humor e quando percebo que estou numa vibe errada, imediatamente estalo os dedos três vezes e digo: cancelado, cancelado, cancelado! Estou sempre em busca do autoconhecimento e para mim, essa é a melhor ferramenta”. Nas redes sociais, Cris Probba divide com suas seguidoras dicas de saúde, beleza e amor-próprio.

Ela é uma verdadeira inspiração para muitas mulheres e ouve muitas perguntas sobre os mais variados assuntos. “A pergunta clássica que a maioria me faz é como eu consigo manter meu rosto e corpo aparentando ter bem menos idade. Eu costumo responder que é um conjunto de coisas, 70% do meu resultado é com a alimentação e os outros 30% com atividade física. Mas não é só isso, faço reposição hormonal com acompanhamento médico desde os 40 anos isso é importantíssimo para o bom funcionamento do meu metabolismo e também pra pele, unhas, cabelo e libido. Gosto de sol, mas com filtro solar fator de proteção 70. Tomo vitaminas e minerais todos os dias”, conta a atriz policial.

Cris Probba é atriz e policial civil (foto: Divulgação)
Cris Probba é atriz e policial civil (foto: Divulgação)

Com uma rotina dividida entre treinos de musculação e pilates, Cris afirma que a carreira como policial também exige um bom condicionamento físico: “Temos que ter agilidade física e mental para reagir numa situação de perigo, num confronto ou mesmo nos plantões internos na Delegacia. Lidamos com todo tipo de pessoa, tanto a vítima como o autor da agressão ou violência sofrida e as vezes eles ficam nervosos e incontroláveis e acham que por eu ser mulher podem me desacatar”, conta Cris que não se deixa intimidar: “Se for preciso algemo e levo pra cela pra esfriar a cabeça”.

Além de lidar com algumas pessoas com os ânimos alterados, ela já passou situações constrangedoras por ser uma policial bonitona: “Na época que eu era casada, nem a aliança de casamento era impedimento para cantadas de advogados, pessoas intimadas pra depor. Algumas adoravam soltar gracinhas do tipo: ‘A doutora não quer fazer minha segurança?’”.

A atriz policial revela que já sofreu com a tal pressão, seja da sociedade ou na carreira artística, pela busca por um corpo dito “perfeito”: “Eu já quis ser perfeita. Como comecei a carreira depois dos 30 anos, sofri muito preconceito de idade nas Escolas de TV e Cinema. Me sentia excluída das cenas de casal e só me botavam pra fazer cena de mãe, daí eu achava que se eu fosse linda, as pessoas iam me amar mais, me escalar para outras cenas. Me achava feia e sofri muito até entender que eles é que estavam errados e não eu ou a minha aparência”.

Cris diz que se libertar de todos esses paradigmas, fez com que ela se aceitasse e valorizasse: “Quando entendi que atriz não tem idade, não precisa ser linda, magra, muito pelo contrário, é a minha singularidade que me faz única. Foi então, a partir dessa aceitação, que vi minha carreira acontecer. A sociedade cobra muito das mulheres, mas, ainda bem que as diferenças estão sendo valorizadas”. Para manter a pele saudável e macia, Cris conta que é acompanhada por sua dermatologista e é adepta de alguns procedimentos estéticos faciais e corporais como sculptra, botox, radiofrequência e carboxioterapia corporal.

Leia mais