Destaque do Globoplay, Zoey é opção para maratonar no final de semana

Zoey e Sua Fantástica Playlist é um dos atuais destaques do Globoplay (foto: Reprodução)
Zoey e Sua Fantástica Playlist é um dos atuais destaques do Globoplay (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Na última semana o Globoplay disponibilizou em sua plataforma a segunda e, infelizmente, última temporada de Zoey e Sua Fantástica Playlist. Em sua nova leva de episódios, o musical conseguiu tratar de temas numa maneira leve, embarcados em diversas músicas já conhecidas pela audiência. Para você que ainda não assistiu a série, Zoey é uma jovem programadora que, após um exame de ressonância, adquiriu o poder de ouvir os pensamentos dos outros em forma de música.

Zoey, diferente de outras séries musicais, nunca quis focar em grandes números ou reproduções dos covers – tanto que elas sequer têm as versões completas nos streamings de música. A história sempre se destacou mais, enquanto as músicas veem para mostrar o desejo mais interno do restante do elenco. É clichê? É. Mas é melhor um clichê bem-feito do que tentar uma obra mirabolante que vá te decepcionar no fim.

Sua segunda temporada veio com uma difícil missão, pois poucas janelas ficaram abertas na temporada anterior e houve também a saída de dois atores de peso do elenco principal. Então, passou-se a focar no desenvolvimento dos outros personagens, tirando o peso da protagonista. A série até conseguiu tratar temas mais pesados com respeito e equilíbrio entre o drama e a comédia.

Isso se vai com, acredito eu, a maior ponta solta sendo logo resolvida, que é o triângulo amoroso entre Zoey, Max e Simon. Tanto que para mim, o melhor personagem foi o de John Clarence Stewart, que passou de alguém que estava apenas enlutado e no meio de relações amorosas conturbadas para uma pessoa com voz ativa, tendo sido foco dos melhores episódios da atual temporada.

Você pode vir a se queixar que não gosta de séries musicais, que quer grandes produções com orçamentos dignos de cinema. Mas Zoey irá te conquistar. Conquista qualquer um. Com essa crise sanitária que ainda continuamos vivendo precisamos de cada vez mais tramas leves, para que possam “pausar” um pouco da realidade e ouvir o que o coração do outro está sentindo.

Mesmo com um grande engajamento nas redes sociais, isso não se converteu em audiência e a história não conseguiu o feito de ser renovada. Mas não se assuste, as principais tramas são encerradas de forma convincente e você poderá ficar imaginando o que acontece nos 30 segundos finais.

O maior problema foi devido a negociações entre o canal NBC (que queria mover a série para o streaming) e a produtora da série, a Lionsgate. Com o canal confirmando o cancelamento, a dona do título disse que irá procurar uma nova casa para o seriado, mas até o momento desta postagem a série continua como cancelada. E aqui dizemos Bye Bye, Miss American Pie.

Mateus Ribeiro é engenheiro por formação, e nas horas vagas se diverte maratonando séries e assistindo programas de origem duvidosa da televisão brasileira. No TV Pop, escreve semanalmente sobre as séries produzidas pela indústria norte-americana. Converse com ele pelo Twitter @omateusribeiro. Leia aqui o histórico do colunista no site.

Leia mais