Angélica puxou o tapete de Giovanna Ewbank em projeto da HBO Max

Angélica herdou projeto de Giovanna Ewbank no HBO Max (foto: Divulgação/TV Globo)
Angélica herdou projeto de Giovanna Ewbank no HBO Max (foto: Divulgação/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Anunciada com estardalhaço na segunda-feira (28) como nova estrela da HBO Max, plataforma que desembarcará oficialmente no país nesta terça (29), Angélica passa longe de ser, de fato, uma estrela do serviço de streaming. Ela será a apresentadora do talk show Jornada Astral, que havia sido planejado — e anunciado — originalmente com a apresentação de Giovanna Ewbank. Ou seja: a mulher de Luciano Huck não era a primeira opção da WarnerMedia para apresentar o formato, e só foi chamada por conta da desistência da mulher de Bruno Gagliasso.

Nos bastidores, a substituição inesperada foi vista como uma puxada de tapete. No início do mês, Giovanna contou aos seus fãs que iria se mudar para Portugal para ficar mais próxima do marido, que está temporariamente vivendo na Espanha por conta das gravações de uma série da Netflix. A mudança, no entanto, não impediria que ela seguisse na apresentação do talk show, que poderia ser facilmente produzido em outro país. Angélica, porém, já teria se oferecido para o posto, e por menos que a sua antecessora.

Com 12 episódios confirmados em sua primeira temporada, o Jornada Astral usará a astrologia como pretexto para falar sobre a intimidade de diferentes celebridades com o signo solar em comum. A cada programa, dois famosos vão falar sobre as particularidades de seus signos de maneira descontraída e informal.

Angélica estava desempregada desde março, mês em que a Globo decidiu não renovar o último projeto da mulher de Luciano Huck na emissora. A eterna indecisão de Luciano Huck em disputar ou não as eleições presidenciais havia sido o fator determinante para a dispensa dela, e a emissora optou por não prorrogar um vínculo que poderia ser rompido no início do segundo semestre, prazo máximo que ele teria para decidir se estaria ou não no pleito de 2022.

Semanas atrás, depois de Huck desistir publicamente das próximas eleições, o nome da apresentadora chegou a ser ventilado para assumir o comando de um formato nos domingos da Globo a partir de 2022. O Melhor da Tarde, da Band, chegou a afirmar que ela recebeu uma proposta de R$ 500 mil mensais para assumir o comando da próxima temporada da Dança dos Famosos, que está sendo comandada por Tiago Leifert desde a demissão de Faustão.

Leia mais