Pela primeira vez, Datena afirma que é pré-candidato à presidência

Datena confirma que é pré-candidato à presidência nas eleições de 2022 (foto: Reprodução)
Datena confirma que é pré-candidato à presidência nas eleições de 2022 (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Após dizer que tem como objetivo na política concorrer a um cargo no Senado Federal, Datena afirmou nesta sexta-feira (9) que é pré-candidato à Presidência da República nas eleições de 2022 pelo PSL. Em conversa ao vivo com o jornalista Leonardo Sakamoto na Rádio Bandeirantes, o apresentador do Brasil Urgente contou que o desejo do partido é que ele ocupe a cadeira do Palácio do Planalto a partir de 2023.

“Eu prefiro enfrentar candidatos fortes do que fracos, desde que eu saiba que tenho condição de virar o jogo ao 45 minutos do segundo tempo. Sem condição, não vale a pena. Aí seria mais fácil optar por um cargo que tenho mais chance de ganhar”, disse Datena, indicando que tudo vai depender da sua colocação nas pesquisas de intenção de voto.

“Hoje sou o pré-candidato oficial do PSL por decisão do Luciano Bivar [presidente da sigla] e da executiva do partido (…). O partido quer, insiste. Precisamos esperar para ver como ficará o cenário. Terá convenção ainda, pode aparecer outro. Mas por enquanto sou eu”, completou o jornalista. Ele ressalta que, se as próximas pesquisas não forem favoráveis, poderá concorrer a uma cadeira no Senado Federal ou ao até mesmo ao governo de São Paulo.

Em 2020, Datena foi cotado para concorrer como vice-prefeito de São Paulo na chapa de Bruno Covas (PSDB), mas não aceitou. Na época, ele estava filiado ao MDB. Ele deixou o partido e se filiou ao PSL, mas não houve atritos com a antiga legenda. De acordo com o site Poder360, PSL e MDB buscam formar um bloco de terceira via para concorrer com Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

Leia mais