Após bagunça nos horários, Globo pode encurtar reprise de Ti Ti Ti

Prejudicada pelas mudanças de horários Ti Ti Ti pode sair do ar mais cedo na Globo (foto: Globo/Renato Rocha Miranda)
Prejudicada pelas mudanças de horários Ti Ti Ti pode sair do ar mais cedo na Globo (foto: Globo/Renato Rocha Miranda)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os baixos índices de audiência de Ti Ti Ti poderão causar o encurtamento do folhetim no Vale a Pena Ver de Novo. Segundo o colunista Flávio Ricco, do portal R7, a trama escrita por Maria Adelaide Amaral tem o pior resultado no slot de reprises desde a reapresentação de Belíssima, em 2018. Exibida entre 4 de junho daquele ano e 18 de janeiro de 2019, a novela de Silvio de Abreu fechou com média de 13,7 pontos.

Na média parcial, a história de Ariclenes/Victor Valentim e André/Jacques Leclair tem média de 14,4 pontos, considerando até o capítulo exibido na última quinta-feira (8). Antes de Belíssima, a reprise de Cobras e Lagartos, entre 2014 e 2015, anotava o pior desempenho no Vale a Pena Ver de Novo nos últimos anos com 12,5 pontos.

Outras novelas reprisadas recentemente que também tiveram índices considerados insatisfatórios foram Caminho das Índias (2015-2016), que registrou 14,2 pontos; Anjo Mau (2016), que anotou 14,5 pontos e Celebridade (2017-2018), com 13,9 pontos. Os dados são da Grande São Paulo. As constantes mudanças de horários na programação da Globo são um dos motivos que têm prejudicado consideravelmente a jornada de Ti Ti Ti nas últimas semanas.

No dia 2 de julho, a novela produzida em 2010 marcou apenas 7,6 pontos. Por conta da transmissão da partida entre Bélgica e Itália, pela Eurocopa, a emissora carioca exibiu a trama mais cedo, depois do Jornal Hoje, às 14h55. No dia anterior, em seu horário normal, o capítulo havia começado às 16h52. Com essa bagunça nos horários, fica difícil do telespectador acompanhar uma novelinha.

Leia mais