Com o marido em Tóquio, Yasmin Brunet perde quase R$ 8 mil em golpe

Depois de perder o marido para os Jogos Olímpicos, Yasmin Brunet perdeu dinheiro com golpe (foto: Reprodução)
Depois de perder o marido para os Jogos Olímpicos, Yasmin Brunet perdeu dinheiro com golpe (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Depois de perder o marido Gabriel Medina para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Yasmin Brunet perdeu até dinheiro para golpistas. A modelo foi vítima do golpe do delivery e acabou perdendo a bagatela de R$ 7,9 mil reais depois de pedir comida em um aplicativo no Rio de Janeiro. Ela explicou que tudo começou quando o motoqueiro disse ter se acidentado, ela ligou para o número disponível no aplicativo que disse que enviaria outro motoboy.

Uma mulher atendeu e fingiu que estava trabalhando no restaurante que eu pedi a comida. Falei que era Yasmin e que o cara me disse que não ia conseguir me entregar. Ela pediu desculpas e perguntou se queria que enviasse outro prato, eu disse que sim, mas o restaurante estava fechando. Ainda assim, ela disse que seria o último prato que eles fariam antes de fechar”, contou.

De acordo com a modelo, em dez minutos o entregador apareceu, sem se identificar e nem tirar o capacete tornando impossível a identificação com a máscara. “Sabe quando você sente que tem algo de errado? Ele chegou e começou a se explicar. Achei estranho. Ele ainda me perguntou o valor”, relatou.

“O motoboy me mostrou R$ 77 na tela do telefone dele, como se estivesse conectado na maquininha. Só que na tela da maquininha não aparecia nada, nenhum número. Eu senti que estava estranho, mas achei que estava noiada, porque isso nunca tinha acontecido comigo. Eu passei, coloquei a minha senha. Nunca, em hipótese alguma, coloquem seu cartão em uma máquina que não aparece o valor”, contou.

A mulher de Gabriel Medina afirmou ter ouvido o barulho de transação aceita. “Eu ouvi o bipe que tinha aceito, e ele virou e me falou que tinha dado cartão não autorizado e que eu ia ter que passar de novo. Eu falei: ‘Me mostra que deu não autorizado? Eu sei que passou, preciso que você me mostre’. Ele disse que eu tinha que pagar o valor da comida, que R$ 77 era o valor da taxa de entrega. Ele começou a enrolar, começou a tremer”, afirmou.

Ao desconfiar das atitudes do entregador, Yasmin Brunet ligou na operadora do cartão para saber se havia algo errado. “Você acredita que o cara me roubou R$ 7,9 mil? Eu fiquei em choque quando a mulher falou que tinha passado R$ 7,9 mil”, explicou a modelo incrédula.

Leia mais