Augusto Nunes deixa Record News uma semana depois de assumir jornal

Augusto Nunes apresentou apenas duas edições do JR News (foto: Reprodução/Record News)
Augusto Nunes apresentou apenas duas edições do JR News (foto: Reprodução/Record News)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Augusto Nunes não é o mais o âncora do JR News. O jornalista pediu para deixar suas funções no canal de notícias da Record e sequer chegou a completar uma semana no posto em que foi anunciado com estardalhaço pela emissora. Ele comandou o principal jornalístico da Record News apenas em dois dias, em 19 e 20 de julho. No dia 21, o veterano solicitou uma licença para poder cuidar de questões pessoais, e foi substituído por Gustavo Toledo, que passou a dividir a bancada do jornalístico com Camila Busnello.

Inicialmente, Nunes havia se afastado do comando do Direto ao Ponto, na Jovem Pan, para se dedicar ao telejornal do canal de notícias. Nesta segunda-feira (26), porém, ele anunciou durante o programa Os Pingos nos Is que voltará a comandar o genérico do Roda Viva já a partir de hoje. Nos bastidores da rádio, comenta-se que ele pediu demissão da Record e deixará todas as funções no conglomerado de Edir Macedo. Oficialmente, no entanto, é certa apenas a sua saída do JR News. Ele foi anunciado como sucessor de Heródoto Barbeiro em março, mas teve a sua estreia adiada por conta da crise sanitária.

A reportagem do TV Pop apurou que, oficialmente, Augusto Nunes pediu para deixar a ancoragem do JR News por razões familiares. O jornalista começou sua trajetória profissional na década de 1970, como revisor dos Diários Associados. No ano seguinte, ele se tornou repórter do Estadão e, em 1973, migrou para a revista Veja. Na Jovem Pan, a versão é outra: ele teria deixado o telejornal para se tornar um dos rostos do canal de notícias que a rádio lançará na TV aberta nos próximos meses.

Considerando apenas emissoras de televisão, Augusto Nunes já trabalhou na Band, Gazeta e pela Cultura. Há dois anos, foi contratado pela Record para uma coluna diária no principal telejornal da rede. Prestigiado pela diretoria, ascendeu rapidamente na empresa, se tornando o principal nome do portal de notícias do canal.

A sua escalação como âncora do JR News, que acabou durando apenas dois dias, fazia parte de uma estratégia da emissora para aumentar a presença multiplataforma da Record News. Nunes dizia estar feliz com o desafio. “A inquietação criativa é uma das virtudes que explicam por que a Record é sempre contemporânea do mundo ao redor. Sou fascinado por experiências inovadoras. É uma honra participar de um time que se reinventa o tempo todo”, afirmou ele.

Leia mais