Globo demite ator acusado de agredir de ex-namorada

João Gana foi demitido pela Globo após acusação de agressão (foto: Reprodução)
João Gana foi demitido pela Globo após acusação de agressão (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

João Gana foi demitido do elenco de Verdades Secretas 2, da TV Globo, depois de ser acusado de agredir uma ex-namorada. Na trama, que seria sua estreia na televisão, ele interpretaria Matheus, menino do interior que viraria modelo e se envolveria com a personagem de Deborah Evelyn. O ator negou a agressão.

Em vídeo divulgado pelo colunista do A Tarde é Sua, da RedeTV!, Alessandro Lo-Bianco, o ator apareceu gritando com a ex-namorada que gravava a cena e dando um tapa nela. O ator disse que as imagens foram tiradas de contexto. “Essa é a versão dela e tenho como provar que eu não agredi e fui mantido em cárcere privado, registrei queixa crime contra ela. Tenho áudios, ligações para o pai dela pedindo para acalmar a situação, ligações para minha mãe e amigos na data e hora do ocorrido”, se defendeu o modelo.

“Vídeos no momento do acontecido provando que eu estava apenas querendo sair de casa e me defendendo das agressões dela. Tenho todas as provas necessárias que mostram que ela é desequilibrada e só quer vingança por eu ter terminado esse relacionamento”, afirmou João Gana.

Catarina Gana, mãe do ator, defendeu o filho em uma de suas redes sociais. “Meu filho está sendo acusado de agressão após terminar o namoro, mas, na verdade, ele foi agredido. Se não houver Justiça aqui na Terra, Deus não falha. Eu e minha mãe criamos meu filho sozinhas, passamos necessidades e privações, mas o ensinei a ser Homem. Quem nos conhece sabe”, escreveu.

A emissora carioca explicou o afastamento do modelo da obra. “O ator João Gana não faz mais parte de Verdades Secretas 2. A Globo não comenta questões de Compliance, mas toda denúncia que chega ao conhecimento da Ouvidoria é apurada com rigor, sendo aplicadas as medidas cabíveis. Aproveitamos para reiterar que a Globo repudia de forma veemente todo e qualquer tipo de violência e tem um Código de Ética, que deve ser seguido por todos nossos colaboradores”, diz a nota enviada pela comunicação da emissora.

Leia mais