Ivan Moré pede desculpas por comentário machista em programa ao vivo

Ivan Moré se desculpou por fala machista durante programa ao vivo (foto: Reprodução/UOL)
Ivan Moré se desculpou por fala machista durante programa ao vivo (foto: Reprodução/UOL)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O jornalista Ivan Moré, ex-apresentador da Globo, fez um comentário machista ao conversar com a tetracampeã mundial de skate, Karen Jonz. Ao apresentar a atleta durante um programa, ele deu a entender que a comentarista do SporTV ficou conhecida por ser “esposa do Lucas”, vocalista da banda Fresno. “Você está viralizando. Você já é de um núcleo conhecido porque é casada com o Lucas, vocalista do Fresno”, disse ele ao apresentar a skatista. “Não sou conhecida por ser casada com o Lucas, eu sou conhecida por ser tetracampeã mundial e ser a primeira mulher a vencer o X Games”, disse Karen Jonz, cortando o âncora da atração do UOL.

Horas depois, Ivan Moré veio a público nas redes sociais para pedir desculpas. “Gostaria de pedir desculpas a Karen Jonz e a todas as mulheres que se sentiram ofendidas com uma pergunta que eu fiz no programa. A Karen estava com a gente debatendo o skate, que é o esporte do momento, né?”, começou o jornalista.

“A gente apresentou ela na discussão como quatro vezes campeã mundial de skate, como alguém que está fazendo o maior sucesso e é um hit nas mídias digitais pela espontaneidade e ao fazer uma pergunta que foi passada no ponto [comunicação entre o apresentador e a equipe], o meu editor-chefe pediu que eu perguntasse como era ser esposa do Lucas, do Fresno, que era uma informação que eu não sabia”, relatou.

O apresentador declarou que vivemos em uma sociedade machista e que ele precisa ter cuidado ao fazer uma pergunta. “Eu falo que ela é conhecida em um núcleo por ser esposa do Lucas. Cara, eu fui muito mal nessa colocação. Eu errei. Eu peço desculpas. Eu sabia que ela era conhecida sim porque ela foi anunciada como quatro vezes campeã. Eu tive essa colocação infeliz e isso me gerou um aprendizado. A gente vive em uma sociedade com um machismo estrutural muito grande. Eu sou homem, sou hétero, sou de um lugar privilegiado e tenho a dimensão que preciso tomar cuidado ao fazer uma pergunta”, disse.

Leia mais