Maju Coutinho se revolta com caso de racismo em supermercado

Maju Coutinho falou sobre mais um caso de racismo no Brasil (foto: Globo/Reprodução)
Maju Coutinho falou sobre mais um caso de racismo no Brasil (foto: Globo/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Apresentadora do Jornal Hoje, Maju Coutinho reagiu a mais um caso de racismo que aconteceu no interior de São Paulo. Na edição do telejornal de segunda-feira (9), a âncora da Globo se posicionou sobre o caso de um homem negro de 56 anos que foi obrigado a tirar parte da roupa em um supermercado atacadista de Limeira. O caso foi registrado como constrangimento por não haver provas de injúria racial.

“Infelizmente, o racismo nosso de cada dia, que felizmente está sendo cada vez mais filmado, denunciado, para que não seja mais tolerado. A polícia de São Paulo vai investigar uma abordagem feita por um segurança de supermercado no interior do estado”, disse Maju Coutinho. Segundo o boletim de ocorrência, o homem precisou se despir na frente de outros clientes que estavam no local depois que seguranças suspeitaram de que ele estava furtando produtos da loja.

Por meio de nota, a rede atacadista Assaí informou que como decisão imediata, ainda no final de semana, foi aberto um processo interno de apuração, realizado o afastamento do empregado responsável pela abordagem. Na segunda-feira (9), a empresa formalizou a demissão do funcionário. A rede também disse que não adota e nem orienta abordagens constrangedoras a clientes.

Em entrevista à EPTV, afiliada da Globo, a esposa do homem afirmou que o marido tinha ido ao supermercado para pesquisar preços e acabou optando por não comprar nada. Na saída, foi abordado pelos funcionários do local, que o teriam feito tirar a blusa de frio e a calça para provar que não havia levado produtos sem pagar. O homem ficou nervoso, começou a chorar e precisou ser acalmado pelos próprios funcionários em um canto da loja, onde várias pessoas criticaram a atitude dos seguranças.

Leia mais