Repórter da Globo é assaltada em São Paulo e perde mais de R$ 24 mil

Cristina Mayumi teve o celular roubado e criminosos fizeram transações de R$ 24 mil (foto: Reprodução/Globo)
Cristina Mayumi teve o celular roubado e criminosos fizeram transações de R$ 24 mil (foto: Reprodução/Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Repórter do jornalismo da Globo em São Paulo, a jornalista Cristina Mayumi contou nas redes sociais que sofreu um assalto no bairro da Liberdade no último fim de semana. A profissional da emissora relatou que os criminosos quebraram o vidro de seu carro, levaram seu aparelho celular e fizeram transações nos aplicativos de bancos no valor de R$ 24 mil.

“Não sabia o que fazia primeiro. Um amigo foi pra lá, uma amiga também, depois a gente saiu de lá, chegando em casa eu consegui ligar pra minha mãe, consegui bloquear o aparelho”, contou a repórter. “Em um dos aplicativos, tinham feito R$ 20 mil em empréstimo e R$ 4 mil de transferência PIX”, explicou a profissional, que baixou aplicativos de seu banco para verificar as contas.

“Uma coisa que não entendo é que, quando faço qualquer operação, eu preciso digitar a senha e ter o reconhecimento facial, mas os caras conseguiram entrar no aplicativo. O celular estava desbloqueado porque estava com o Waze ligado”, relatou. Ela só conseguiu entrar em contato com os bancos na segunda-feira, já que o atendimento só funciona em dias úteis.

“Liguei para a polícia e falaram para eu fazer um boletim [de ocorrência] online. Fiz. E? É isso, mais um número na estatística da polícia”, reclamou a jornalista da Globo. “Pelo menos estou bem, não tive nada sério, só [estou] puta da vida”, afirmou. Cristina Mayumi faz participações nos telejornais de rede, como Jornal Nacional e Jornal Hoje, e nos noticiosos locais, como Bom Dia SP, SP1 e SP2.

 

Leia mais