4 anos depois, SBT volta com a sinalização “pela primeira vez na televisão”

Selo de "pela primeira vez na televisão" é uma das criações mais icônicas da emissora de Silvio Santos (foto: Reprodução/SBT)
Selo de "pela primeira vez na televisão" é uma das criações mais icônicas da emissora de Silvio Santos (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Uma das mais icônicas marcas já criadas pelo SBT em suas quatro décadas está de volta. A emissora de Silvio Santos voltou a utilizar a sinalização “pela primeira vez na televisão” na chamada de algumas das produções veiculadas pelo canal e manteve o visual utilizado originalmente, com o tradicional círculo vermelho surgindo em tela cheia e depois girando até chegar em um dos cantos do comercial. Lembrada até hoje pelos telespectadores, a expressão criada pela rede se tornou uma expressão popular mesmo após a sua aposentadoria, em maio de 2017, mês em que as chamadas começaram a usar o termo “inédito”, assim como em outros canais.

A reaparição do icônico selo aconteceu na divulgação do terceiro episódio do seriado Exterminadores do Além, que conta com exibição semanal, sempre nas madrugadas de quarta para quinta-feira. O TV Pop viu a chamada com o jargão histórico sendo exibida no intervalo comercial da edição de sexta-feira (27) do Operação Mesquita, mas há registros de exibições em outros horários da programação da emissora.

Curiosamente, o retorno do “pela primeira vez na televisão” aconteceu poucas semanas depois da marca ter sido relembrada em uma entrevista do locutor Carlos Bem-Te-Vi ao NaTelinha. Voz padrão do SBT desde 1984, ele foi questionado pelo repórter Thiago Forato sobre o motivo da frase ter sido aposentada e da sua substituição pelo termo “inédito”, mesma palavra utilizada pelas demais redes de televisão aberta.

“Então, esse tipo de informação não chega pra gente. Ele chega que é pra fazer, entendeu? Então, chegou pra gente que ao invés de “pela primeira vez na televisão” era “inédito”. Alguém realmente lá em cima realmente mudou. Pra mim, por exemplo, locutor, não chegou essa informação. ‘Mudou? Mudou. Então tá’. Mas o porque da mudança nem sempre chega pra gente que tá executando, na verdade”, pontuou o narrador, que trabalha no canal desde 1984.

Leia mais