CNN Brasil demite apresentador Evaristo Costa e muda programação

CNN Brasil demitiu o jornalista Evaristo Costa (foto: Reprodução)
CNN Brasil demitiu o jornalista Evaristo Costa (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O jornalista Evaristo Costa, apresentador do programa Séries Originais, foi demitido da CNN Brasil nesta sexta-feira (3). Em comunicado, o canal de notícias comunicou o desligamento do profissional e afirmou que a atual temporada da atração será encerrada.

“Por decisão estratégica e de programação, o CNN Séries Originais encerra sua temporada. Nesta trajetória, o programa levou ao ar 99 documentários inéditos e conquistou o Prêmio do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) de Cobertura Humanitária, com o episódio Povos Isolados, exibido em junho de 2020”, disse a emissora.

“Em virtude dessas mudanças, o contrato com o apresentador Evaristo Costa será encerrado. O jornalista contribuiu, até aqui, com seu talento, profissionalismo e carisma para a construção do sucesso da CNN Brasil. A empresa agradece a parceria, reconhece no apresentador um dos maiores talentos em atividade hoje na TV brasileira e deixa abertas portas para oportunidades futuras”, diz nota oficial da CNN Brasil.

Com as mudanças, a maior do mundo definiu a data e o horário de exibição do programa CNN Business, apresentado por Phelipe Siani e Fernando Nakagawa. A revista eletrônica sobre negócios e inovação será levada ao ar todas as quintas-feiras, às 22h30, no canal de notícias e em suas plataformas digitais. A estreia está marcada para o dia 16 de setembro.

Evaristo Costa foi pego de surpresa com demissão

Em seu perfil nas redes sociais, Evaristo Costa afirmou que descobriu que havia sido demitido da CNN Brasil enquanto assistia à emissora e viu a chamada da nova programação. Ao perceber que seu programa não aparecia no vídeo das novidades, ele ligou na emissora e foi informado que o CNN Séries Originais estava cancelado e que a empresa não tinha mais interesse em seus serviços.

“Desde o dia 1º de setembro descobri que não faço mais parte da CNN. Sim eu trabalhava na CNN, mas ao voltar das férias, assistindo a nova chamada de programação da emissora notei a falta do meu programa. Liguei pra saber o motivo e fui informado que ele havia sido retirado da grade e que a empresa não tinha mais interesse nos meus serviços. É do jogo!”, publicou na internet. “Quando me recuperar do ocorrido dou mais detalhes. Livre na pista”, finalizou.

Leia mais