GRADE VOADORA

Globo rebaixa Sob Pressão e tira série da TV aberta

Globo vai tirar Sob Pressão da TV aberta (foto: Globo/João Faissal)
Globo vai tirar Sob Pressão da TV aberta (foto: Globo/João Faissal)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A quinta temporada da série Sob Pressão –que já está sendo gravada– não será exibida pela Globo na TV aberta. No ar desde 2017, a produção que trata da saúde pública se juntará ao outro drama Segunda Chamada e será vista apenas pelos assinantes do Globoplay, serviço de streaming da emissora. As informações são do jornalista Maurício Stycer, do UOL.

Procurada pelo colunista, a Globo não é clara sobre os motivos que levaram a promover essas mudanças nas exibições das séries. “Não é exatamente uma novidade a estratégia de um conteúdo da TV aberta ou da TV por assinatura migrar para continuações no Globoplay. É o caso de ‘Verdades Secretas’, ‘Sessão de Terapia’ e ‘As Five’, por exemplo. Agora, teremos ‘Segunda Chamada’ e ‘Sob Pressão’ com novas temporadas sendo exibidas primeiro no Globoplay”, diz a emissora.

“Acreditamos nesta complementariedade das janelas para que o público possa escolher a maneira como quer assistir a seus conteúdos preferidos. Essa flexibilidade vai continuar existindo e será cada vez maior. Muitas dessas obras continuarão tendo exibição na TV aberta, o que garante o acesso do grande público a conteúdos de alto valor artístico”, explica a Globo.

Desde a sua estreia, em 2017, a série médica promove a reflexão e a mobilização da sociedade em torno de assuntos ligados à saúde e consegue estabelecer um diálogo direto com a população. Por conta disso, no começo de agosto, os atores Julio Andrade, Marjorie Estiano, David Junior e Barbara Reis estiveram no Hemorio, no Centro da cidade do Rio de Janeiro, para dar início à terceira edição da campanha #correntesobpressão.

Neste ano –em que a doação de sangue se torna ainda mais necessária diante do contexto de crise sanitária e a consequente redução dos estoques nos hemocentros– a ação está sendo realizada em 120 cidades do país, que conta com cerca de 140 pontos de coleta espalhados por 20 estados brasileiros.

Leia mais