Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
VALE DOS ISOLADOS

Documentário da Globo sobre assassinatos é indicado a prêmio internacional

Foto de Sônia Bridi em documentário da Globo
Documentário de Sônia Bridi foi indicado a premiação (Foto: Divulgação/TV Globo)

A Globo recebeu uma indicação a um prêmio internacional com o documentário Vale dos Isolados – O assassinato de Bruno e Dom. Produzido pela emissora carioca e dirigido pela jornalista Sônia Bridi, o filme fala sobre os assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips em 2022, vítimas de uma emboscada em plena floresta amazônica.

A produção é finalista ao prêmio Gabriel García Márquez – Prêmio Gabo 2024, na categoria Imagem. A equipe do documentário passou mais de 100 dias filmando na região onde o indigenista e o jornalista inglês foram mortos. O crime repercutiu no mundo todo e escancarou a violência no Vale do Javari, uma região na Amazônia que conta com o maior número de indígenas isolados do mundo, devido ao avanço do garimpo no local.

+ Tá na Hora dá dinheiro para telespectadores do SBT e vence Brasil Urgente mais uma vez
+ Três meses depois, SBT demite diretor e prepara nova reformulação para o SBT Brasil

O Prêmio Gabo é considerado a premiação mais importante do jornalismo e de documentários na América Latina. Os vencedores serão anunciados durante a cerimônia do 12º Festival Gabo, que acontecerá entre 5 e 7 de julho em Bogotá, na Colômbia. A Globo enviará Sônia Bridi ao evento para representar a emissora e a produção.

Atualmente, é possível assistir a Vale dos Isolados – O assassinato de Bruno e Dom no Globoplay, a plataforma de streamings da TV Globo.

O documentário mostra a relação entre lideranças indígenas e o indigenista, além das descobertas feitas pelo jornalista no Vale do Javari. Há também descobertas sobre o narcotráfico, além de pesca predatória. A equipe de Sônia Bridi chegou a ir atrás de Rubén Villar, conhecido como Colômbia, o homem acusado de estar por trás das mortes de Bruno e Dom.

Leia mais