FIM DA LINHA

CNN Brasil demite Alexandre Garcia após novo desmentido ao vivo

Alexandre Garcia em sua última aparição na CNN Brasil, no Novo Dia de 24 de setembro (foto: Reprodução/CNN Brasil)
Alexandre Garcia em sua última aparição na CNN Brasil, no Novo Dia de 24 de setembro (foto: Reprodução/CNN Brasil)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A CNN Brasil demitiu na noite desta sexta-feira (24) o jornalista Alexandre Garcia. O desligamento do comentarista do matinal Novo Dia acontece horas depois dele de suas falas terem sido desmentidas novamente pela âncora Elisa Veeck durante o quadro Liberdade de Opinião, na tentativa de reiterar uma suposta eficácia de tratamento precoce para a Covid-19. De acordo com o comunicado enviado pelo canal de notícias, a decisão foi tomada para garantir a manutenção do “compromisso com os fatos” e da “pluralidade de opiniões”.

Durante a edição desta sexta-feira do telejornal matinal, o ex-funcionário da Globo saiu em defesa da Prevent Senior e afirmou que “os remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vida”, se referindo aos tratamentos que teriam sido ministrados pelos hospitais mantidos pela operadora de planos de Saúde fazendo uso de fármacos como cloroquina e ivermectina, além de sessões para inserção de ozônio no ânus.

Logo depois da fala de Alexandre Garcia, Elisa Veeck teve que se manifestar e ressaltar que a opinião dada pelo então contratado do canal de notícias não refletia o posicionamento da empresa. “Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, pontuou a apresentadora.

Em maio, Garcia já havia protagonizado um barraco ao vivo com Rafael Colombo, até então âncora do Liberdade de Opinião. Após sair em defesa de Jair Bolsonaro e ser refutado pelo apresentador do Novo Dia, o comentarista ficou revoltado e insinuou que iria se demitir após o término de sua participação no telejornal. Ele voltou ao ar no dia seguinte, mas Colombo pediu para deixar a atração e foi trocado por Elisa Veeck, sua colega de bancada no matinal.

A seguir, leia o texto enviado pela assessoria de imprensa da CNN Brasil sobre a demissão de Alexandre Garcia:

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro “Liberdade de Opinião” continuará na programação da emissora, dentro do jornal “Novo Dia”.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.

Leia mais