FIM DE JOGO

Nego do Borel é expulso de A Fazenda 13 após acusações de abuso sexual

Imagem do funkeiro Nego do Borel com a mão na barba durante conversa com outros participantes de A Fazenda 13
Nego do Borel foi expulso de A Fazenda por suspeita de ter abusado de Dayane Mello (foto: Record/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Record decidiu expulsar o funkeiro Nego do Borel de A Fazenda 13 por suspeita de ter abusado sexualmente da participante Dayane Mello na madrugada deste sábado (25). A decisão da emissora foi tomada depois da análise das imagens e depoimento da modelo. A saída do artista será oficializada durante a edição do reality show na noite de hoje. Nas redes sociais, internautas se revoltaram com o momento em que o artista insiste em dormir com a participante, mesmo com ela apresentando sinais de que estava inconsciente após ingerir bebida alcoólica.

Em comunicado, a assessoria de imprensa de Nego do Borel confirmou a saída do cantor. “A equipe jurídica do artista se encontra neste momento em contato com a equipe jurídica da emissora para apurar todas as informações e se pronunciará hoje ainda, quando tiver maiores detalhes”. “Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e por pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet”, encerra o comunicado.

Na tarde de hoje, a apresentadora Adriane Galisteu informou em seu perfil em uma rede social de fotos que estava indo para a sede da atração, que fica em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo. O programa costuma ser gravado neste dia da semana. “Amores, tô aqui pra dizer que eu, Adriane Galisteu, e a Record não compactuamos em hipótese alguma com nenhum tipo de abuso, assédio, racismo, machismo, violência, discriminação ou preconceito contra a mulher ou qualquer outro gênero”, disse Galisteu.

“Dito isso, estamos desde as primeiras horas do dia acompanhando tudo, juntamente com o corpo jurídico da Record e toda a direção do programa para apuração rigorosa e total esclarecimentos dos fatos! A participante Dayane foi ouvida por psicólogos e pela direção-geral. Então, espero vocês ao vivo logo mais, às 22h30!”, finalizou a apresentadora.

Na manhã de hoje, a assessoria de Comunicação da Record foi alvo de críticas nas redes sociais por tentar capitalizar audiência com a suspeita de estupro no programa da emissora. “A Record TV informa que, diante dos acontecimentos desta última noite no reality A Fazenda, envolvendo o Nego do Borel e Dayane Mello, os fatos estão sendo devidamente apurados por uma equipe multidisciplinar e nos pronunciaremos no programa de hoje à noite.”

“Esperar a hora do programa chegar pra puxar a audiência e não resolver com urgência um caso de abuso sexual é, no mínimo, escroto né não, Bispo?”, protestou um telespectador. “Tudo pela audiência. Que nojo dessa emissora”, disse outro. “O pronunciamento só no programa pra antes explorar um pouco na programação”, comentou um perfil. “Ou seja, querem ganhar audiência com o ‘suposto’ estupro. A Record é uma caçamba de lixo. Muita hipocrisia”, disse um usuário.

Leia mais