MADRUGADA

Corujão de hoje (8/10): Globo exibirá o terror nacional Morto Não Fala

Morto Não Fala é o filme do próximo Corujão
Corujão terá noite de terror com Morto Não Fala (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Globo exibirá no Corujão desta sexta (8) para sábado (9) o filme Morto Não Fala. Lançado em 2019, o terror é estrelado por Daniel De Oliveira, Bianca Comparato, Marco Ricca e Fabíula Nascimento. A direção é de Dennison Ramalho. O longa-metragem vai ao ar 1h30 no bloco Corujão I, logo após o Conversa com Bial.

O filme conta a história de Stênio que é um funcionário plantonista de um necrotério de uma grande cidade muito violenta. Durante as madrugadas de plantão, ele nunca está sozinho, pois possui um dom sobrenatural de se comunicar com os mortos. As confissões sobrenaturais que ele ouve acabam por revelar segredos que envolvem sua própria vida. Com isso, Stênio desencadeia uma maldição que coloca em risco a sua vida e a de seus familiares.

Morto Não Fala teve lançamento antecipado no exterior sob o título de The Nightshifter. Em julho de 2018, o filme fez sua estreia no Fantasia International Film Festival, no Canadá, tendo passado por diversos festivais desde então, como o Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa e também o Festival do Rio, no Brasil.

O longa teve distribuição nacional pela Pagu Pictures. Foi lançado nas salas de cinema do Brasil em 10 de outubro de 2019 e lançado em mídia física, blu-ray e DVD em 2021 pela Versátil Home Vídeo. Morto Não Fala foi bem recebido pelos críticos de cinema. No site AdoroCinema, possui uma classificação de 3,2 estrelas de 5 com base em 7 resenhas críticas da imprensa especializada.

Do Omelete, Marcelo Hessel disse que “a mesma forma que ‘Morto Não Fala’ começa clínico e vai injetando sangue nos corpos até reanimá-los por completo, a abordagem da violência também se transforma. Ramalho parte do dado estatistico, distanciado e aos poucos trata de descascar a nossa cebola social até seu núcleo crítico”, analisou.

Leia mais