NATACHA ORANA

Ex-bailarina do Faustão é confirmada no elenco de filme americano

Foto da influenciadora Natacha Orana, ex-bailarina do Faustão
Natacha Orana ficou famosa por participar do balé do Domingão do Faustão (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Natacha Horana, ex-bailarina do Domingão do Faustão, vai atuar no curta-metragem norte-americano Dont’t Suck. “Sempre foi meu sonho fazer cinema. Esse é o meu primeiro filme e já internacional”, relatou a dançarina, que gravou as cenas para a produção em Las Vegas, nos Estados Unidos.

A atriz está em Los Angeles há dois meses para estudar teatro e dança. Ela recebeu o convite do diretor e produtor RJ Collins para participar da comédia. “São três cenas, sendo uma contendo diálogo. Estou muito feliz com essa oportunidade. É a primeira vez que participo de um filme”, disse. Natacha Horana fez parte do balé do Domingão do Faustão por seis anos, deixando a atração em janeiro de 2021 acompanhada de outras 20 bailarinas.

Ex-bailarina já foi presa

Natacha Horana foi detida por desacato em julho de 2020 durante uma suposta festa em Balneário Camboriú, Santa Catarina, e teve o seu inquérito arquivado pelo Ministério Público em julho de 2021. A ex-bailarina do Faustão afirmou que estava com cerca de dez amigos em um apartamento alugado, quando guardas municipais foram acionados por vizinhos que teriam se incomodado com o volume do som.

Segundo a assessoria da influenciadora, os policiais estavam exaltados e entraram no imóvel sem permissão. Natacha Horana declarou que não participava da festa e estava em seu quarto. A bailarina relatou que não achou que precisaria abrir a porta do cômodo aos policiais, mas ele acabaram arrombando, a algemaram e levaram para a delegacia.

O promotor de justiça responsável pelo caso reconheceu que a ex-bailarina do Faustão não teria cometido nenhuma infração e destacou que não havia provas de que ela estaria envolvida em aglomeração de pessoas no local. “Acolho a manifestação do Ministério Público e determino o arquivamento destes autos, ressalvada a possibilidade de desarquivamento”, determinou o juiz Roque Cerutti na sentença.

Leia mais