SEGURA, PEÃO

Reinaldo Gottino tropeça ao vivo e quase sofre acidente na Record

Imagem do apresentador Reinaldo Gottino tropeçando no telão do Balanço Geral
Reinaldo Gottino não viu que o telão estava logo atrás e tropeçou ao vivo (foto: Record/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Apresentador do Balanço Geral nas tardes da Record em São Paulo, Reinaldo Gottino tropeçou e quase caiu ao vivo na edição desta quinta-feira (14) do jornalístico. O profissional comentava uma reportagem sobre uma jovem que foi picada por uma lacraia na boca e precisou de atendimento médico no hospital. Gottino não percebeu que o telão estava perto dele, e ao dar um passo para trás, quase acabou sofrendo um acidente e caindo no chão.

“Cuidado com as lacraias espalhadas por aí. Você viu como ficou a boca da menina? Johnny [Renato Lombardi], você já tomou picadinha da lacraia? Tá inchadinha aqui o nosso Johnny”, disse Gottino quando acabou se esbarrando na estrutura do telão do cenário do programa jornalístico. “Ai, quase que eu caio”, disse o jornalista aos risos. “Tá vendo? Praga de corintiano é fogo. Fui brincar com o Johnny aqui”, brincou o apresentador, antes de mudar de assunto.

A reportagem exibida pelo Balanço Geral e comentada por Reinaldo Gottino falava sobre a estudante Nataly Galdino, de 21 anos, que foi picada por uma lacraia enquanto dormia na casa dos pais, no litoral de São Paulo, e teve de ser levada ao hospital. Seu lábio superior inchou muito, e ela estava com dificuldade para respirar. “Acordei no meio da noite, 3h da manhã, com algo grudado no meu beiço e no cobertor. No momento em que eu puxei, foi difícil de soltar. Passados uns segundos, puxei com força e saiu. Levantei, corri para o espelho e vi minha boca machucada. Olhei para a coberta e vi uma lacraia gigante. Foi desesperador”, contou a jovem ao jornalismo da Record.

Também conhecida como centopeia, a lacraia pode alcançar 23 centímetros e tem ferrões venenosos. É um animal de hábitos noturnos, gosta de ambientes quentes e úmidos e, apesar de ser peçonhento, suas toxinas não são capazes de envenenar pessoas ou levá-las à morte. No entanto, a picada é dolorida. A recomendação, em caso de acidentes, é procurar o médico. “Chamei meus pais, eles viram que a boca começou a inchar e me levaram para a UPA. Os médicos me levaram para a emergência por conta da garganta, que estava um pouco inchada e me deixou com dificuldade de respirar”, disse a estudante. Ela levou a lacraia em um pote, para mostrá-la à equipe médica, e tomou medicação na veia.

Leia mais