CONFUSÃO NO ACRE

SBT vira protagonista de escândalo por tentar rescindir contrato de afiliada

O apresentador Silvio Santos nos estúdios do SBT
Direito de retransmitir o sinal da emissora de Silvio Santos virou motivo de escândalo no Acre (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Uma simples troca de afiliadas colocou o SBT como personagem central em um caso de polícia em Rio Branco, capital do Acre. Inconformada depois de ter sido avisada que perderá os direitos de retransmitir a programação nacional da emissora de Silvio Santos depois de 32 anos, a TV Rio Branco ameaça tornar públicas uma série de denúncias contra o Grupo Norte de Comunicação, que assumirá a parceria com a rede na região em novembro. De acordo com o empresário Narciso Mendes de Assis, proprietário da atual afiliada, a mudança irá acontecer por conta de um “poderoso esquema de corrupção” liderado pelos donos da nova emissora. “O mando desse esquema é de um elemento que representa a Precisa Medicamentos no Amazonas, e é justamente a empresa mais comprometida no esquema da Covaxin”, disparou.

A futura TV Norte Acre pertence ao empresário Sérgio Bringel. Além da nova afiliada do SBT, ele também é dono das parceiras da rede de Silvio Santos em Manaus, Boa Vista e Palmas, além de ser o responsável pela retransmissão da Band em Roraima. Ele, de fato, se destacou por sua atuação na indústria farmacêutica.

Em seu site oficial, o novo magnata das comunicações ressalta ser “fundador do Grupo Bringel, empresa com atuação no fornecimento de produtos e equipamentos hospitalares”. Ainda de acordo com a página, a companhia trabalha também com “esterilização hospitalar, tratamento de resíduos de serviços de saúde, produção de unidades móveis de segurança, aluguel de tecnologias integradas para a área médica e desenvolvimento de patentes”.

Assis, no entanto, afirma que Bringel planeja na verdade construir um monopólio de emissoras de televisão. “A TV Rio Branco é afiliada do SBT há 32 anos, mas surgiu um esquema, com sede em Manaus, que pretende formar um monopólio dos meios de comunicação, instituindo um canal de televisão, com sede em Manaus, e extensão já em Tocantins, Roraima e Rio Branco. E se trata de um esquema poderoso. Se esse esquema se estabelecer aqui no Acre, eu vou contar a sua origem. Nós já avisamos ao SBT e temos provas suficientes sobre isso”, afirmou o empresário.

“Somos afiliados ao SBT há 32 anos e não podemos ter o nosso contrato rompido por um esquema absolutamente corrupto. Se isso acontecer com a TV Rio Branco, que é dona de uma concessão pública, a TV Rio Branco se manterá. Mas a partir de então, a população do Acre tomará conhecimento que isso aconteceu por uma ação de um esquema de corrupção. Por enquanto, a TV Rio Branco se manterá retransmitindo o sinal do SBT, com a qualidade que temos há 32 anos. Não cometemos nenhuma indisciplina que pudesse justificar a suspensão desse contrato. No final de novembro, espero que o público possa assistir aqui ao jogo final da Libertadores”, concluiu o dono da atual afiliada da emissora de Silvio Santos.

O avanço do Grupo Norte

O conglomerado midiático de Sérgio Bringel assumiu parcialmente o controle da afiliada do SBT do Amazonas em março de 2018, inicialmente em parceria com Otávio Raman Neves. No final do ano seguinte, ele se desentendeu com o então sócio e passou a ser o único proprietário da TV Em Tempo. Em paralelo a isso, Bringel adquiriu diversas emissoras pelo país, com o intuito de formar o seu próprio conglomerado de mídia.

A primeira grande movimentação nesse sentido foi efetivada em junho de 2020, quando o canal mudou de nome para TV Norte Amazonas e passou a se apresentar como integrante do Grupo Norte de Comunicação — no mês anterior, a afiliada da RedeTV! em Boa Vista já havia se transformado em TV Norte Boa Vista.

Em outubro, o empresário adquiriu a totalidade das ações da retransmissora do SBT em Tocantins e mudou o nome da afiliada da rede para TV Norte Tocantins. Em abril deste ano, como parte do processo de unificação das operações do conglomerado, a TV Norte Boa Vista trocou a RedeTV! pela emissora de Silvio Santos, que encerrou uma parceria de 30 anos com a Tropical TV, que virou parceira do canal de Amilcare Dallevo Jr. e Marcelo de Carvalho.

Um mês depois, em maio, o Grupo Norte desembarcou em Brasília e criou a Mais Brasil News, canal de notícias que preencheu o espaço deixado pela antiga Rádio Globo. O mesmo nome também é utilizado em um portal de notícias mantido pela empresa, com cobertura nacional e local. Além dele, a empresa também é dona de outro site, o Portal Norte de Notícias, com foco em assuntos da região norte.

O que dizem os citados

A reportagem do TV Pop entrou em contato com o SBT na tarde de sexta-feira (22) e questionou se havia algum motivo para a rescisão contratual com a TV Rio Branco. A assessoria de imprensa da rede comunicou que enviaria o questionamento para a diretoria de afiliadas, que não tinha respondido até a publicação deste texto. No início da tarde desta segunda-feira (25), o departamento afirmou que decidiu rescindir o contrato de afiliação por conta de “muitos problemas com a atual empresa” e que tomou a decisão com “todo respaldo jurídico”. Confira:

O contrato não foi renovado com com todo respaldo legal e jurídico — podemos desfiliar a emissora, desde que com prévia comunicação de 90 dias. Trata-se de um movimento estratégico. O Grupo Norte comprou as afiliadas de Manaus e Palmas e investiu muito nelas, resolvendo os problemas dessas parceiras e transformando-as em excelentes emissoras. Estamos sempre buscando o melhor para a rede do SBT.

O Grupo Norte de Comunicação, que assumirá a retransmissão do canal na capital do Acre a partir do próximo mês, não conta com um departamento de relacionamento com a mídia e não foi encontrado para se manifestar. A página oficial de Sérgio Bringel, por sua vez, não conta com um formulário e tampouco fornece formas de entrar em contato.

Por meio de seu departamento Jurídico, o Grupo Norte de Comunicação enviou o seguinte posicionamento no final da tarde de quinta-feira (28), quatro dias depois da publicação da reportagem:

Em relação à matéria veiculada no site TV Pop, a direção do Grupo Norte de Comunicação informa que jamais foi procurada pelo referido site para esclarecer quaisquer informações.

Diante disso, usa esta oportunidade para esclarecer que:

– Nenhuma das empresas que formam o Grupo Norte de Comunicação e tampouco o Grupo Bringel possuem ou possuíram negócios ou acordos com a empresa Precisa Medicamentos;

– Lamenta que, a postura do grupo concorrente acreano, tenha feito o site TV Pop incorrer em afirmações levianas e infundadas;

– O Grupo Norte de Comunicação trabalha de forma transparente, imparcial e gerando empregos na região Norte e do Distrito Federal porque acredita no povo brasileiro.

A direção.

Grupo Norte de Comunicação

A reportagem do TV Pop ressalta que tentou, sem sucesso, entrar em contato com a TV Norte na tarde de sexta. No entanto, não foi possível encontrar um departamento que pudesse se manifestar em nome da emissora, apesar das insistentes tentativas. Os sites oficiais dos veículos do conglomerado, assim como a página do Grupo Bringel, não possuem opções de envio de e-mail.

Leia mais