FASCINAÇÃO

Regiane Alves relembra início da carreira no SBT: “Que nostalgia”

Foto de Regiane Alves nas redes sociais
Mariana Ximenes (esq), Regiane Alves (centro) e Samantha Dalsoglio (dir) em bastidores de Fascinação, do SBT (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Regiane Alves surpreendeu os seguidores ao relembrar o início da carreira no SBT. A atriz publicou nas redes sociais uma foto de 1998 na época de Fascinação, novela feita pela emissora paulista, ao lado de Mariana Ximenes e Samantha Dalsoglio. “Diretamente de 1998! Que nostalgia foi encontrar esse álbum e relembrar onde tudo começou”, escreveu.

A artista também agradeceu a Walcyr Carrasco que, segundo ela, foi o responsável pela estreia dela na TV. “Agora um registro com o querido Walcyr Carrasco, responsável por tudo isso. Das mãos dele saiu a minha primeira personagem na TV”, afirmou Regiane Alves.

A contratada da Globo iniciou a carreira na emissora de Silvio Santos como protagonista. Muito elogiada, ela seguiu carreira e após Fascinação, atuou em Meu Pé de Laranja Lima, na Band. Em 2000, fez parte do elenco da minissérie A Muralha. Em 2000, estreou nas novelas da Globo em Laços de Família, já com papel de destaque, interpretando a mimada vilã Clara, que infernizava a vida dos pombinhos Fred e Capitu. Em 2002, interpretou Letícia em Desejos de Mulher.

Um grande reconhecimento viria com a personagem Dóris em Mulheres Apaixonadas. Uma menina arrogante e muito mimada que maltratava e humilhava os avós de todas as formas, interpretados por Carmem Silva e Oswaldo Louzada. A ação social da novela de Manoel Carlos, na denúncia contra a violência e o preconceito contra os idosos, juntamente com a Campanha da Fraternidade da Igreja Católica de 2003 (Fraternidade e Pessoas Idosas – Vida Dignidade e Esperança) seriam responsáveis pela mobilização nacional que ressuscitaria no Congresso Nacional o projeto de lei que criaria o Estatuto do Idoso que estava paralisado desde 1997.

Leia mais