RUMO AO TRAÇO

Encrenca perde mais audiência e tem pior ibope do ano com nova direção

Victor Sarro e Viny Vieira no estúdio do Encrenca
Encrenca perdeu ainda mais público com novo diretor (foto: Reprodução/RedeTV!)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Encrenca continua caminhando a largos passos para o ostracismo. Depois de completados dois meses da estreia de seu novo elenco, o humorístico já perdeu seis em cada 10 telespectadores na Grande São Paulo e ainda não conseguiu dar sinais de que encontrou um piso de audiência. A atração da RedeTV! segue cada vez mais próxima do traço e teve, pelo segundo domingo seguido, a sua pior audiência do ano. De acordo com dados prévios, ele teve apenas 1,8 ponto de média na edição de 5 de outubro e elevou apenas 0,1 do Te Peguei, que o antecede e cravou 1,7 de média.

Na comparação com a média acumulada pelos antigos apresentadores, que se transferiram para a Band com um programa praticamente idêntico, a atual formação do Encrenca já é responsável por espantar 60% dos telespectadores que acompanhavam o formato na principal metrópole do país. Levando em consideração a média das dez primeiras edições comandadas pela nova trupe, 40% do público deixou de acompanhar o programa — o índice sobe para 56% quando descartadas as edições transmitidas em outubro, quando o Perrengue ainda não havia entrado no ar.

Em uma tentativa de reverter a fuga dos telespectadores, a RedeTV! tentou promover uma reformulação geral no programa. A emissora tirou João Kleber e Rafael Paladia da direção do formato e apostou na chegada do recém-contratado Júlio Piconi, com experiência em atrações da Record e da Globo. Em seu primeiro dia, o novo executivo apostou em menos vídeos da internet e ampliou o espaço destinado para outros quadros, como uma reportagem mostrando resgate de animais, no mesmo estilo que Luisa Mell fazia no extinto Late Show. As mudanças, porém, deram errado.

Mesmo com uma duração bem mais longa do que a habitual, das 19h48 às 23h26, o Encrenca sequer conseguiu fazer cócegas nos índices da Band. O pico de audiência registrado por Victor Sarro, Fernanda Keulla, Caio Pericinoto, Viny Vieira e Júlio Cocielo foi de 2,5 pontos, inferior aos 2,8 pontos de média obtidos pela rival na faixa horária, que também contou com a transmissão do final do Terceiro Tempo e de quase uma hora de uma partida da NBA. Durante o confronto com o Perrengue, a derrota foi ainda maior: 3,4 a 1,7 ponto para a emissora do Morumbi.

Leia mais