Silvio Santos bate o martelo e voltará aos estúdios do SBT sem auditório

Silvio Santos posa ao lado de suas tradicionais "colegas de trabalho", que devem ser escanteadas em sua volta aos estúdios (foto: Divulgação/SBT)
Silvio Santos posa ao lado de suas tradicionais "colegas de trabalho", que devem ser escanteadas em sua volta aos estúdios (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Depois de finalmente receber as duas doses da vacina para a prevenção da Covid-19, Silvio Santos finalmente bateu o martelo e decidiu, de uma vez por todas, quando irá retornar aos estúdios no SBT. O empresário esperará apenas o período recomendado para a eficácia do medicamento, entre duas semanas e um mês, e irá retomar o expediente em sua emissora. O apresentador, porém, já sabe que dificilmente poderá contar com a presença das suas tradicionais colegas de trabalho na retomada das gravações — ele está ausente dos estúdios desde dezembro de 2019.

Em entrevista para o canal Intervenção, no YouTube, Silvio Santos afirmou que voltará a gravar os seus programas entre maio e junho. “Maio ou junho. Antes disso não vai dar… estou com as duas vacinas, agora, vou esperar mais um mês. É possível que daqui um mês eu volte para o programa mesmo sem o auditório. Eu saí de São Paulo em 21 de dezembro [de 2019] e fui para Orlando. Quando voltei, em março, já estava a pandemia. Não saí mais de casa. Saí uma vez para ir no Jassa e estou saindo agora de novo”, revelou ele.

Enquanto não volta ao cotidiano no SBT, o empresário continuará com a sua segunda maior diversão: infernizar os diretores da emissora com as suas ordens mirabolantes. Durante a pandemia, o dono do Baú se especializou mais uma vez em ordenar mudanças alucinadas na grade de programação, trocando programas com audiências até que razoáveis por fracassos iminentes — mas que ele queria assistir, e que por isso mandou no ar.

De março do ano passado até a chegada de sua vez na fila da vacinação, Silvio também se divertiu fazendo ameaças periódicas de que voltaria aos estúdios mesmo sem estar vacinado. Tudo isso para que a sua equipe sempre estivesse mobilizada e para que ele tivesse certeza de que não estava pagando os colaboradores para ficarem em casa sem fazer absolutamente nada, em um momento em que a emissora demitiu diversos funcionários para diminuir o prejuízo obtido ao decorrer de 2020.

Leia mais