Para acalmar funcionários, Globo faz comunicado sobre boatos de venda

Jorge Nóbrega é o atual presidente do Grupo Globo (foto: Divulgação/Meio & Mensagem)
Jorge Nóbrega é o atual presidente do Grupo Globo (foto: Divulgação/Meio & Mensagem)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os funcionários da Globo foram surpreendidos na noite deste sábado (13) com um comunicado para esclarecer os rumores de que a empresa estaria sendo vendida para o grupo J&F, que controla marcas como a Friboi, o aplicativo Picpay e o Banco Original. O aviso, que foi enviado para todos os colaboradores, é categórico ao dizer que não há e nunca houve qualquer intenção dos acionistas de vender a emissora para outras companhias. De acordo com o texto, Jorge Nóbrega (presidente do Grupo Globo) fez questão de esclarecer aos seus comandados que era uma fake news.

A suposta venda da empresa foi divulgada pelo Correio da Manhã, um site até então desconhecido e que pertence ao empresário Antonio Claudio Magnavita Castro. Ele, por sinal, foi o autor da publicação que apontava o BTG Pactual como intermediador da suposta venda do conglomerado para a família Batista. A informação ganhou força depois que outros veículos de comunicação ignoraram a origem duvidosa da manchete e replicaram a notícia.

De acordo com o Correio da Manhã, o Grupo Globo estaria sendo vendido por R$ 25 bilhões. Pode parecer um valor alto, mas não é: a companhia é dona da segunda maior rede de televisão do planeta, que faturou R$ 560 milhões apenas no segundo trimestre do ano passado, já durante a pandemia de Covid-19. Dentre os outros ativos valiosos do conglomerado, estão grifes como a GloboNews, o jornal O Globo e o Globoplay, serviço de streaming líder do país.

Além dos ativos valiosos, se trata de uma empresa extremamente saudável. No ano passado, o grupo teve tanto lucro que decidiu bonificar todos os seus funcionários com um 14º salário, algo extremamente raro no Brasil — e também em outros países.

A reportagem do TV Pop teve acesso ao comunicado preparado pela Globo para acalmar os seus funcionários e esclarecer, de uma vez por todas, que não está a venda, e o reproduz na íntegra – a transcrição da imagem também está disponível, assim como o link da reportagem citada pela empresa.

“Notícia falsa em relação à venda do Grupo Globo

Uma notícia publicada em um veículo de imprensa neste sábado, 13/3, comunicou a falsa informação de que o Grupo Globo estaria sendo vendido em uma operação intermediada pelo banco BTG Pactual para o grupo J&F.

Jorge Nóbrega, nosso presidente-executivo, faz questão de esclarecer que não há e nunca houve qualquer intenção de venda do Grupo Globo por parte de seus acionistas. São absolutamente falsas tais conclusões, negadas também pelo BTG Pactual.

Já foi publicada no jornal Valor uma matéria a respeito desta notícia falsa. Clique aqui para ler.

P.S.: enviado a todos os colaboradores”.

Leia mais