EXCLUSIVO!

Com ibope em baixa, Band promove passaralho de bailarinas do Faustão

Foto do apresentador Faustão, com um casaco vermelho, nos estúdios da Band
Faustão na Band perdeu seis bailarinas em apenas um dia (foto: Reprodução/Band)

A audiência e o faturamento abaixo das expectativas de Faustão na Band já causaram as suas primeiras vítimas: em uma tentativa de otimizar os custos da atração, a emissora decidiu dispensar os serviços de seis bailarinas da atração no final da semana passada. O passaralho, que provocou comoção nos bastidores do programa, foi feita com o intuito de cortar gastos. Os postos vagos não serão repostos em um primeiro momento: o corpo de dança do formato ficará desfalcado até o encerramento das seletivas regionais para escolher possíveis novas integrantes para o balé.

Mesmo com a eventual contratação de nomes que tiverem bom desempenho nos eventos locais, o custo com as novatas será menor do que o canal tinha com as veteranas: algumas das cortadas tinham experiência em outros programas de televisão, enquanto outras contaram com uma ajuda financeira da empresa para deixar suas cidades e se mudarem para São Paulo, cidade em que as gravações do formato de Fausto Silva acontecem três vezes por semana. A reportagem apurou que nenhuma regalia será dada para as iniciantes — ao menos não pelo bolso da Band.

Das 29 integrantes iniciais, o balé de Faustão foi reduzido para apenas 22 integrantes: a primeira baixa foi a de Natacha Orana, que decidiu deixar o apresentador pela segunda vez (ela já havia se demitido da Globo para arriscar uma carreira de atriz) para cuidar de projetos pessoais. Na semana passada, a emissora demitiu Taís Moraes, Stella Abreu, Sabrina Scherer, Inaê Barros, Késsia Luiza e Tainá Moraes. Nas redes sociais, elas tem tentado manter o sigilo sobre a demissão. Algumas apenas atualizaram os seus perfis, tirando o emprego de “bailarina do Faustão” de suas biografias.

TV Pop apurou ainda que o clima não é dos melhores entre as bailarinas remanescentes: diversas integrantes tem reclamado de uma jornada de trabalho excessiva, com expediente presencial das 7h às 20h nos dias de gravações. Ao deixar os estúdios da emissora, não é raro que as profissionais recebam vídeos para ensaiar coreografias para as filmagens seguintes durante os horários de descanso. Em uma tentativa de driblar o departamento de Recursos Humanos da empresa, elas teriam sido orientadas a registrar o ponto de entrada apenas no início da tarde.

Internamente, comenta-se que a crise no balé começou desde a demissão de Brennda Martins, que atuava com o apresentador desde o Domingão do Faustão: na Band, ela vinha atuando como assistente de coreografia até que decidiu se demitir, também sem gerar alarde. Ela foi substituída pela ex-bailarina Suelem Morimoto, que é vista por colegas de trabalho como carrasca, ríspida e arrogante. Procurada pela reportagem do TV Pop, a Band não se manifestou sobre as demissões no programa de Fausto Silva.

Leia mais