ERAM AMIGAS

Mari Maria e Franciny Ehlke trocam farpas nas internet: “Fiquei chateada”

Foto de Mari Maria e Franciny Ehlke
Mari Maria e Franciny Ehlke trocaram farpas na internet (foto; Reprodução/Internet)

Mari Maria contou em entrevista ao podcast Não É TPM, o motivo que fez com que a amizade com Franciny Ehlke estremecesse. A influenciadora relatou que ao lançar a marca de maquiagem, Franciny Ehlke não a convidou para o lançamento e também não deu explicações. Pouco tempo depois, a morena se pronunciou. “A Fran foi a minha primeira amiga do YouTube. Eu tenho muito carinho pela Fran e carinho não perde”, começou ela.

A minha chateação com ela foi que quando ela fui lançar a marca, não entendi por qual motivo, a gente tinha gravado duas semanas antes e ela não me chamou para o lançamento. Ela chamou várias pessoas diferentes e não me chamou. Eu fiquei chateada, sabe? É minha primeira amiga no YouTube. É claro que eu iria apoiar, que eu iria seguir e que faria  tudo que fosse possível para ajudar ela naquele momento. Eu falei com ela dois dias antes do lançamento e ela não me respondeu”, afirmou Mari Maria.

A criadora de conteúdo relatou que não quis estragar o momento da amiga, mas ficou chateada. “Eu me senti muito triste. Eu fazia de tudo pela nossa amizade. Foi um momento muito tenso para mim, mas eu não queria estragar o momento dela. Ela finge que nada acontece. Não precisa contar de projetos, mas quando não me convidou e chamou pessoas que nem eram tão amigas dela”, disse.

“O meu chão caiu. No dia seguinte do evento, ela me mandou mensagem perguntando se eu queria receber o press kit. Eu não consegui responder. Fiquei chateada de não ter sido convidada. Quando eu lancei a minha marca, eu paguei a publicidade da amiga. A gente tem que tentar entender o lado do outro. Eu tento pensar que foi por estresse”, declarou.

Pouco tempo depois, Franciny Ehlke usou as redes sociais para se manifestar sobre o assunto. “Eu considero muito a Mari, eu gosto muito dela. Eu sou muito grata por toda a nossa história. Eu vi a Mari semanas antes de lançar a minha linha. Eu tinha um contrato muito rigoroso de confidencialidade. Foram muitas coisas que eu tive que deixar pronto. Tudo foi de última hora. Eu não consegui mandar mensagem para ninguém chamando para o evento. Eu mandei mensagem para ela e ela não me respondeu”, afirmou.

Leia mais