Maju Coutinho se desculpa e diz que “o choro é livre” foi infeliz

Maju Coutinho se desculpou publicamente por expressão infeliz no Jornal Hoje (foto: Reprodução/TV Globo)

Dois dias depois de ter usado a expressão “o choro é livre” para defender o lockdown durante o Jornal Hoje, Maju Coutinho decidiu se desculpar publicamente pelo termo utilizado no telejornal da Globo. “Anteontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei, no improviso, uma expressão infeliz, que precisava de um complemento para deixar bem claro o que eu queria dizer. Ao falar o choro é livre, eu quis dizer que por mais amargas que sejam as medidas de isolamento, elas são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde”, afirmou a jornalista.

O pedido público de desculpas foi feito na edição desta quinta-feira (18) do telejornal da Globo. “Mas eu entendo perfeitamente a dor dos pequenos e médios empresários que são obrigados a manter os negócios fechados. E você é testemunha de que ontem mesmo a gente exibiu aqui uma longa reportagem sobre o assunto, e ao final dela eu disse assim: ‘desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender aos empresários e também as famílias que estão aguardando o Auxílio Emergencial”, prosseguiu ela.

“Então, eu reitero hoje esse desejo. E me desculpo aqui pela expressão que eu usei anteontem. Vamos nessa, bola pra frente”, concluiu Maju Coutinho, que logo retomou a condução das reportagens do dia. A apresentadora tinha virado alvo de comentários de apoiadores de Jair Bolsonaro, que também aproveitaram para atacar a Globo e trataram o comentário da jornalista como um deboche.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi um dos que criticaram a âncora do Jornal Hoje na internet. O filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rebateu Maju e atacou a rede de televisão. “Do alto de sua arrogância global e de seu alto salário, Maju Coutinho defendeu lockdowns e debochou de quem precisa trabalhar para não passar fome”, escreveu o político.

“Segundo Maju, se você não pode ficar em casa, ‘O CHORO É LIVRE, É ISSO QUE TEM’. É esse o tipo de gente que nos ataca na GLOBO LIXO”, complementou Eduardo.

Assista ao pedido de desculpas de Maju Coutinho:

Leia mais