EXCLUSIVO!

Globo bate o martelo e A Favorita volta ao ar em Vale a Pena Ver de Novo

Cláudia Raia e Patricia Pillar em foto de divulgação de A Favorita, nova novela do Vale a Pena Ver de Novo
A Favorita substituirá O Clone em Vale a Pena Ver de Novo (foto: Frederico Rozario/TV Globo)

Acabou o mistério: A Favorita substituirá O Clone em Vale a Pena Ver de Novo a partir deste mês. Dois anos depois de ter sido disponibilizada para os assinantes do Globoplay, a novela das nove assinada por João Emanuel Carneiro ganhará a sua primeira reapresentação na programação da TV Globo, um mês antes de seu aniversário de 14 anos. Transmitida originalmente entre junho de 2008 e janeiro de 2009, a trama gira em torno da rivalidade entre Donatela (interpretada por Claudia Raia) e Flora (vivida por Patricia Pillar).

No final de abril, em entrevista concedida ao TV Pop, Amauri Soares revelou com exclusividade que a próxima novela do Vale a Pena Ver de Novo já havia sido escolhida pela emissora e que a sua divulgação seria iniciada “nos próximos dias” — e a promessa do diretor da TV Globo foi cumprida. A reportagem apurou que a divulgação oficial do retorno do folhetim está prevista para ir ao ar na manhã desta segunda-feira, 2 de maio, durante a edição do Encontro com Fátima Bernardes.

Ao decorrer de seus 197 capítulos, A Favorita conta a história de Donatela, uma jovem que acaba adotada pela família de Flora após perder seus pais em um acidente automobilístico. Criadas como irmãs, as duas sempre tiveram talento musical e chegaram a protagonizar uma dupla sertaneja, chamada Faísca e Espoleta. Elas fizeram sucesso, mas sua trajetória juntas foi interrompida após conhecerem os amigos Marcelo e Dodi.  Donatela acaba se casando com Marcelo e Flora com Dodi, mas a primeira acaba tendo problemas em seu casamento.

O filho do casal desaparecerá com seis meses de vida e, além disso, Flora — já divorciada de Dodi — acaba tendo uma relação extraconjugal com o marido de sua então melhor amiga e engravida, distanciando-a ainda mais de sua irmã de criação. No auge do barraco de famílias, Marcelo será morto e Flora acabará se vendo como culpada ao ser flagrada com a arma do crime, recebendo a pena de 18 anos de prisão, sendo obrigada a se separar de sua filha, que passa a ser criada por Donatela. Depois da cadeia, Flora estará decidida a provar sua inocência.

Leia mais